Salvar vidas deve ser prioridade em situações de risco, dizem médicos

Uma das primeiras reações da atualidade frente a uma situação inesperada é pegar o celular do bolso, tirar foto, filmar, dividir com os amigos nas redes sociais e mais tarde publicar no blog pessoal. Tudo isso antes de sair correndo.

O Ministério da Saúde enviou ontem para o Estado de Alagoas mais um lote de 200 mil doses de vacinas, 13 mil diluentes e mil unidades de soro.

O Estado de Alagoas volta a sofrer com a chuva. São 29 mortes confirmadas pela Defesa Civil e mais de 600 estão desaparecidos.

Os estados de São Paulo e Rio de Janeiro foram surpreendidos com chuvas fortes e totalmente fora de época. Para se ter ideia das mudanças climáticas, na última semana a chuva que caiu nas capitais supera, e muito, a média histórica do mês.

O clima é de pavor e luto. Ontem a noite um novo deslizamento de terra em Niterói, mais precisamente no Morro do Bumba, derrubou 50 casas e provocou a morte de ao menos seis pessoas. Agora o total de mortes chega a 153.

Ontem, 6, quando escrevemos sobre a chuva incessante que castigava (e ainda castiga) o RJ, os primeiros números eram de 7 mortos, 5 desaparecidos e 20 feridos. Hoje o número de mortos já subiu para mais de cem pessoas.

O Blog da Saúde acompanha o drama vivido por centenas de famílias em São Paulo diante das chuvas e alagamentos ocorridos desde o início do ano. Os danos vão além do material e afetam também o emocional de quem vive a tragédia.

O título parece uma brincadeira de mal gosto, mas em situações como as vividas pelos paulistanos nos últimos 41 dias sem interrupção o Blog da Saúde divulga um vídeo com dicas e recomendações de como você deve se comportar em situações de risco oferecidas pela chuva. Siga as instruções e preze por sua segurança.

No início da semana a cidade de São Paulo viveu momentos de caos logo nas primeiras horas do dia. As principais vias de acesso ao centro da cidade estavam interditadas por causa da chuva, incessante desde o início da madrugada de terça-feira.