Quando for parar para pensar no tipo de parto, lembre-se de que é possível vivenciar este momento pelas vias naturais, permitindo que o corpo trabalhe de forma que a natureza o programou

Em 2012, 84,60% dos partos realizados por usuárias de planos de saúde no País foram cesarianas. O ideal, segundo a OMS, é de 15%.

O bebê deixa de ser considerado prematuro ao completar 37 semanas e seis dias de gestação e costuma-se marcar a cesárea logo após o término desse período.