Estudo realizado por órgão da Secretaria de Estado da Saúde precisa de mais 20 pessoas para seguir em frente. Voluntários não correm risco de infecção.