Na técnica, o stent é introduzido na artéria e um pequeno balão é “inflado” no local, para desbloquear o vaso e permitir a passagem do sangue.