Diagnóstico precoce de melanoma é fundamental para tratamento
Mais comum em pessoas acima de 40 anos, o câncer de pele pode surgir devido ao excesso de exposição ao sol, mas também por fatores genéticos. Há diversos tipos de câncer de pele, porém, os três mais comuns no Brasil são: o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e […]

Com a chegada do verão, é preciso redobrar os cuidados com a pele. A exposição solar sem proteção e fora dos horários recomendados é a principal causa de câncer de pele não-melanoma, o mais comum na população brasileira. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados no país.

Oncologista indica o que fazer para proteger a pele neste verão e ao longo do ano.

Técnica é utilizada para evitar que doença piore.

Lembre-se: Prevenção e detecção precoce ainda são as melhores estratégias!!

Para alertar a população, ações serão realizadas na Bahia neste fim de semana.

Que mulher nunca desejou ter um esmalte superpoderoso que durasse dias e dias nas unhas? Pois ele existe. Mas será que não faz mal à saúde?

ANVISA cria novas regras para protetores solares. Com isso, volta a ficar em destaque os efeitos que os raios solares tem sobre a pele humana.

Um outdoor no centro do Rio reage ao sol e muda de cor. As partes do painel que receberam protetor solar ficam brancas durante o dia.

É impossível manter as pessoas fora do alcance solar durante o dia. Por isso, criaram o Solmáforo, que mede as radiações UV e deixa a população ciente da exposição que está sofrendo.

Animação conscientiza a população sobre câncer de pele.

A Associação de Dermatologia do Canadá optou por uma ação sem lero-lero para atingir os jovens que vivem por lá e utilizam as camas para bronzeamento artificial.

Há quatro anos, a agência reguladora americana FDA, similar a ANVISA, mostrou suas intenções em aprimorar as normas para os protetores e agora cumpre o anúncio.

O protetor solar é importantíssimo para proteger a pele dos raios solares, prevenindo doenças como o câncer de pele. Mas você sabe como utilizá-lo corretamente?

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados aprovou ontem (8) um projeto de lei que garante distribuição gratuita de filtro solar fator 12 pelo SUS.

As temperaturas elevadas se aproximam e, principalmente, as mulheres esperam para tomar o banho de sol, hábito que poderia ser substituído pelas loções autobronzeadoras.

Uma coisa é fato: os raios ultravioletas estão cada vez mais agressivos à pele. Pode até ser que todo mundo já saiba da necessidade do uso diário do filtro solar, mas há uma grande lacuna entre saber e aplicar.