Se o número de atendimentos a pessoas com este problema cresce cerca de 30% no verão em relação a outras épocas, precisamos estabelecer o porquê.