Operadoras fazem propaganda enganosa ao oferecer nova tecnologia em frequência que ainda não dispõem e sem antenas suficientes.