Ocultar

Mitos e verdades sobre o sol e a preguiça


Quando o assunto é o sol, somos bombardeados de informação. Muitos cuidados, muitos alertas, e muitos mitos como consequência. Listamos alguns mitos e verdades sobre o sol e também sobre a preguiça. Pois, chega o verão, o sol, o calor, e ao mesmo tempo em que queremos aproveitar cada minuto, às vezes bate uma preguiça!

  • “Cerca de 80% da exposição solar que vamos acumular durante toda a vida ocorre até os 20 anos. Verdade ou mentira?”

Verdade! A estimativa é da Organização Mundial de Saúde. Então, se liga. Proteção tem que começar cedo, crianças e adolescentes, ninguém escapa.

  • “Tirar um cochilo à tarde da insônia de noite”

Mito! Tudo bem se for um cochilo, na rede, na varanda. A famosa siesta. Agora, no máximo 20 a 30 minutos, tá?

  • “Filtro solar deve ser usado se for usar computador?”

Verdade! A luz do computador ou as lâmpadas fluorescentes podem manchar a pele, vale lançar mão de um filtro.

  • “Aromas de plantas, ajudam a relaxar? Verdade ou mentira?”

Verdade! A campeã na lista de estudos é a lavanda. Ela reduz a ansiedade, relaxa e melhora o sono.

  • “Para ativar a vitamina D é preciso tomar sol sem filtro solar”

Verdade! Segundo pesquisas Norte Americanas, o filtro diminui em 90% a capacidade do organismo de ter a vitamina.

  • “Gemada ajuda a dar pique? Verdade ou mentira?”

Verdade! Tudo graças à colina. Uma substância do ovo que estimula o cérebro e mantém os músculos ativos, sem falar no açúcar. Mas atualmente a receitinha da vovó está na berlinda, por causa do alto teor calórico.

  • “Faz diferença se expor ao sol do inverno ou do verão?”                                               

 Mito! A única diferença de se expor ao sol no inverno ou no verão é o horário, mesmo. Morando em um país tropical, como o Brasil, em que temos sol o ano todo, a exposição é durante todo o ano. É muito importante aplicar o protetor solar meia hora antes de se expor ao sol, reaplicar a cada duas horas. Existe até uma regrinha, colocar duas colheres de sopa do protetor solar por todo o corpo. A proteção tem que ser da cabeça aos pés, explica a dermatologista Leandra Metsavaht.

Com informações do programa Alternativa Saúde

Comente

Deixe aqui sua opinião...