Ocultar

AIDS – Transmitir com consciência é crime?


O Ministério da Saúde defende que a transmissão do vírus HIV feita por soropositivo que sabe de sua condição não pode ser considerado crime. Recentemente um homem foi condenado em São Paulo por homicídio doloso por ter transmitido o vírus HIV  à sua amante.

Por não contar que era soropositivo o homem foi julgado e condenado a dois anos e meio de reclusão. Segundo Eduardo Barbosa, diretor adjunto do Departamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis, Aids e Hepatite do Ministério da Saúde é necessário considerar, em casos como este a existência de fatores psicossociais, estágio de tratamento da doença e também a responsabilidade por parte do parceiro, que também deve se precaver.

Apesar de a nota a ser divulgada pelo Ministério ir totalmente contra uma tendência mundial de condenar quem transmite a doença ao parceiro, Barbosa comenta “alguns países acabam adotando a medida como se fosse possível, isolando ou culpabilizando, controlar a epidemia”.

Abaixo trecho do documentário “Positivas”, que mostra sete mulheres brasileiras que contraíram HIV de seus maridos. Para reflexão dos internautas que acompanham o Blog da Saúde.

 

 

Qual a sua opinião sobre esse assunto? Se você fosse soropositivo(a) contaria a seu parceiro?
Exigiria essa confirmação por parte dele (a)? Comente


Comentários

2 Respostas para “AIDS – Transmitir com consciência é crime?”

Comente

Deixe aqui sua opinião...