Ocultar

Não são o que parecem: alimentos considerados “saudáveis”


Quando estamos em um supermercado sabemos que o bolo de chocolate, as caixas de doces e os enlatados não são escolhas boas para saúde, por isso optando pelos corredores que apresentam comidas “saudáveis”. Juntamente com as opções claramente insalubres, encontramos vários outros alimentos que têm embalagens atraentes, porém, não são o que parecem.

A indústria de alimentos saudáveis no Brasil geralmente nos coloca no caminho do fracasso. Para ser completamente honesta, chegamos a um ponto em que a maioria dos brasileiros tem uma nutrição completamente ruim, buscando alimentos cujas campanhas de marketing nos enganam com sucesso em termos de qualidade e saúde.

Um pacote que diga que seu conteúdo é saudável ou um pequeno símbolo de “baixa caloria” ao lado de um item de menu não é garantia alguma de que estamos comprando um alimento que, de fato, faça bem para nossa saúde. Então, como podemos ter certeza de que a comida que escolhemos para gastar nosso dinheiro é tão nutritiva quanto aparenta ser?

Para isso, fizemos uma lista com alguns alimentos “saudáveis”, que na realidade não são tão saudáveis assim:

Frutas secas
É muito fácil sermos enganados por uma grande embalagem de frutas secas. “É apenas fruta, o que é saudável, certo?” Não exatamente! Para tornar o sabor das frutas secas melhor, mais bonito e preservar a mercadoria, as empresas acrescentam produtos químicos e às vezes até mesmo é adicionado açúcar a essa opção “saudável”. Deixe de lado as frutas secas e opte sempre pela fruta fresca! ”

“Crisps” de vegetais
Apesar de parecer uma boa ideia substituir a batata frita industrializada por um “crisp” de vegetal feito em casa, alguns nutrientes dos alimentos são perdidos durante este preparo. Os vegetais crus, sempre serão a opção mais indicada.

Suco de frutas industrializado
As opções industrializadas além de conter muitas gramas de açúcar, ela vêm com conservantes e outros ingredientes nada saudáveis. Opte pelo suco de frutas natural.

Tapioca
Apesar de ser considerada uma opção “fitness”, a tapioca não contém fibras e nutrientes, e possui um alto índice glicêmico.

Pão integral
Muitas opções do mercado continuam usando a farinha de trigo normal para o preparo desses pães “integrais”. A dica é sempre ler os rótulos dos produtos antes de comprar, e conferir se o primeiro ingrediente usado foi a farinha de trigo integral de verdade.


Comente

Deixe aqui sua opinião...