Ocultar

Chocolate ajuda a manter a memória ativa


O consumo de flavonóis, subgrupo dos flavonoides, substâncias naturais que encontramos nos grãos de cacau, pode frear a deterioração cognitiva inerente do envelhecimento, de acordo com um estudo publicado na revista Nature Neuroscience.

Pessoas com a faixa etária de 50 a 60 anos começam a encontrar certas dificuldades em memorizar dados. O estudo realizado por cientistas da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, reuniu 37 voluntários com essa faixa de idade e os dividiu em 2 grupos: o primeiro, ingeriu uma bebida com 900 mg de flavonóis, enquanto o segundo consumiu apenas 10 mg de flavonóis.

Após a ingestão desta bebida (preparada especialmente para a pesquisa) por três meses, foram realizados testes de memórias. Notou-se, então, que os voluntários do 1° grupo apresentaram melhores aptidões de memorização do que os do segundo.

De acordo com um dos cientistas, um dos participantes apresentava memória de um sexagenário, no fim, teve um desempenho típico de alguém com 30 ou 40 anos.

É importante deixar claro que as bebidas foram preparadas por um fabricante americano de chocolates, que desenvolveu uma técnica para extrair os flavonóis do cacau e que financiou parcialmente a pesquisa.

Os flavonoides estão presentes tanto nos chocolates quanto nas frutas vermelhas.


Comente

Deixe aqui sua opinião...