Ocultar

Check-up é essencial na prevenção de doenças do coração


Attractive Lady DoctorDados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que as doenças cardiovasculares são as principais causas de mortes prematuras em diversos países, e boa parte delas poderia ser evitada se as pessoas se submetessem a exames preventivos com maior frequência.

Segundo o Dr. Leandro Echenique, cardiologista consultor do portal Consulte Aqui e médico do Hospital Albert Einstein, mesmo um indivíduo adulto saudável e sem sintomas aparentes de problemas cardiovasculares deve fazer, no mínimo, um check-up básico ao ano. “A prevenção é o fator-chave para evitar o agravamento das doenças cardiovasculares. E esse cuidado deve ser ainda mais frequente em homens acima dos 40 anos e mulheres na fase d a menopausa”, afirma.

A periodicidade dos exames varia conforme o histórico de saúde do paciente. De acordo com o especialista uma pessoa sedentária na faixa dos 60 anos, diabética e que sente muito cansaço ao realizar esforços, deve visitar o cardiologista com maior frequência. “O envelhecimento está entre os maiores fatores de risco das doenças cardiovasculares”, afirma o Dr. Echenique. Pessoas com familiares que já tiveram problemas cardíacos, tabagistas, obesos, com hipertensão arterial ou colesterol elevado completam o grupo de risco.

O check-up de exames para detectar – ou controlar – problemas cardiovasculares é composto por exames básicos, como o eletrocardiograma, e outros recomendados com base no histórico do paciente, como cintilografia, por exemplo.

Confira a seguir os principais exames cardiovasculares listados pelo especialista que ajudam na prevenção das doenças do coração:

 Eletrocardiograma

Trata-se do exame cardiológico mais comum. Com o paciente em repouso, o médico posiciona eletrodos (colados na pele com um tipo de adesivo) e obtêm o registro da atividade elétrica do coração, e alguns casos, direciona sobre o formato do coração, e oferece pistas de doenças. Não é necessário nenhum cuidado específico ou jejum antes desse exame.

 Teste ergométrico

É um exame de esforço realizado em esteira ou bicicleta. Através dele, o cardiologista consegue medir a pressão arterial do paciente e investigar arritmias influenciadas pelo esforço físico e doenças coronárias.

Exames laboratoriais

Através do clássico exame de sangue, o cardiologista consegue pesquisar os níveis de colesterol, triglicérides e glicemia, fatores importantes para o risco das doenças cardiovasculares.

Ecodopplercardiograma

É o exame que ajuda a avaliar o funcionamento do coração, e proporciona informações detalhadas e relevantes para o diagnóstico e tratamento de doenças cardíacas.

Coronariografia

Também conhecido como cateterismo cardíaco, está entre os exames que mais ajudam a identificar e tratar os problemas coronários. O exame consegue detalhar a quantidade e grau de obstruções nos vasos e são mais recomendados para pacientes que apresentam dores no peito e tem alterações no teste ergométrico ou cintilografia do miocárdio. Se uma obstrução importante for identificada, é possível, dependendo do caso, que o tratamento de angioplastia com a colocação de Stent possa ser realizado no mesmo momento.

Além desses, há ainda exames específicos recomendados de acordo com o perfil do paciente, e que a partir do início da terceira idade, tornam-se indispensáveis. “A visita anual ao cardiologista é de suma importância para a prevenção das doenças cardíacas, além do acompanhamento e tratamento prescrito pelo especialista”, finaliza.


Comente

Deixe aqui sua opinião...