Ocultar

Pense na osteoporose quando é criança


Muitas pessoas acreditam que a osteoporose é uma consequência inevitável com a idade avançada. Esse mito acontece justamente pelas características da doença: diminuição da massa óssea, com consequente enfraquecimento e fragilidade do osso e maior possibilidade de fraturas, mesmo após pequenas quedas e traumas.

Sim, de fato, com o envelhecimento do nosso corpo todas essas características da doença se justificam, mas é uma consequência que pode ser evitada e todos sabem disso. Afinal, já é mais do que difundido que a chave está nos alimentos ricos em cálcio (como leite, queijos e iogurtes). O que precisa mudar é o conceito sobre a idade e a doença: diferente do que possa parecer, a prevenção da osteoporose acontece antes mesmo de chegarmos à terceira idade.

Segundo o Dr. Dráuzio Varella, as medidas de prevenção contra a osteoporose devem ser tomadas desde a infância e, especialmente, na adolescência para garantir a formação da maior massa óssea possível. Para tanto, é preciso colocar em prática três medidas básicas: ingerir cálcio, tomar sol para fixar a vitamina D no organismo e fazer exercícios físicos. Na verdade, essas regras devem ser mantidas durante toda a vida. Principalmente, a atividade física tem efeito protetor sobre o tônus e a massa muscular, que se reflete na melhora do equilíbrio e ajuda a evitar as quedas ao longo da vida.

Aproveitando que o Dia Mundial de Combate à Osteoporose está próximo (20/10), a Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (Abrasso) divulgou dados inéditos sobre a situação da doença no País.

A pesquisa Firme Forte Osteoporose 2012 entrevistou 3.010 mulheres maiores de 16 anos de idade e moradoras de várias regiões do Brasil. Entre elas, 67% não sabem que a prevenção da osteoporose, por meio do consumo adequado de cálcio e vitamina D, deve começar na infância. Além disso, 81% dessas mulheres afirmaram considerar que a doença atinge especialmente os idosos.

Por que mulheres sofrem mais com isso?

A osteoporose pode manifestar-se em ambos os sexos, mas atinge especialmente as mulheres depois da menopausa por causa da queda na produção do estrógeno.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), três porções diárias de leite ou derivados seriam suficientes para a prevenção. Mas, segundo a pesquisa, seis em cada dez brasileiras acreditam que apenas um copo de leite por dia é suficiente.

Ela está aí e você não sabe

A osteoporose é uma doença silenciosa e, portanto, esperar que a dor apareça para procurar um médico pode provocar um diagnóstico tardio e aumentar o risco de fraturas. A maioria das entrevistadas pelo estudo (96%) acredita que a osteoporose necessariamente provoca dor.

Depois de todas essas informações sobre a osteoporose, no mínimo, você vai prestar mais atenção na quantidade de cálcio que consome diariamente, né?!

Cuide do seu filho! Siga as recomendações de alimentos para começar a prevenção na infância. 


Comentários

Uma Resposta para “Pense na osteoporose quando é criança”
  1. luigi disse:

    o blog ta bom demais em,eu vou até recomenda para todos meus amigos pq é muito bom,da até gosto de ver,como estou recomendando. parabéns, abraços

Comente

Deixe aqui sua opinião...