Ocultar

Laptoptite: qualquer semelhança com o nome não é mera coincidência


Aumenta o número de pessoas que correm o risco de causar dano irrecuperável às espinhas dorsais, nucas, ombros e punhos. Tudo por culpa das posições mais inusitadas em que as pessoas utilizam seus laptops.

Especialistas dizem que 4 em cada 5 pacientes têm dano crônico aos nervos por trabalharem com computadores portáteis. Até mesmo na posição considerada a mais correta – em cima de uma mesa –  o notebook faz com que o pescoço fique completamente curvado pra baixo, pelo fato da tela ser mais baixa em altura do que um monitor tradicional.

O problema surgiu há mais tempo em outros países, como os Estados Unidos, por exemplo. No Brasil, tem se tornado comum devido à baixa dos preços e a facilidade de transporte do aparelho, fatores que têm aumentado a escolha e venda dos modelos.

Para se ter uma ideia, há até um novo termo para designar os problemas causados pelo eletrônico: “laptoptite”, como informou a Folha de São Paulo. O termo foi inventado pelo especialista em reabilitação Kevin Carneiro, da Universidade da Carolina do Norte (EUA).

Estudo demonstração

Ao analisar muitas chapas de raios-X de usuários de laptops, notaram-se sinais fortes de degeneração em suas juntas e articulações. E quem pensa que o problema acontece depois de muitos anos, tornou-se comum adolescentes de 12 anos terem fortes dores e problemas de postura.

Entre os mais velhos, de 20 a 30 anos, os danos foram maiores. No caso, arredondamento na base da nuca, causado por olhar para as telas baixas, sentados de maneira curvada. Fora isso, a tendinite também é frequente pelo repouso das mãos e pulsos.

Vamos evitar problemas

Bom senso sempre vale nessas horas. As posições que podem não doer por algum momento, não significam que não vão doer alguma hora.

Na mesa de trabalho ou em casa, é possível acoplar teclado e mouse convencionais no notebook, que facilitarão a boa postura. Existem suportes que elevam a altura da tela ao alcance dos olhos, assim como um monitor tradicional. Pausas a cada 50 minutos são bem-vindas.

Por fim, lembre-se das regras tradicionais da boa postura: braços relaxados sobre a mesa com cotovelos em 90 graus; costas apoiadas na cadeira, também formando um ângulo de 90 graus entre costas e quadris, assim como nos joelhos.

Para saber mais:
- Mania de usar o laptop no colo? Saiba como isso pode influenciar a sua fertilidade
- Você sabia que o calor do laptop pode causar danos à pele?


Comentários

3 Respostas para “Laptoptite: qualquer semelhança com o nome não é mera coincidência”
  1. Juliana disse:

    Claro que usar muito o laptop faz mal… mas se a pessoa fizer alguma atividade física ajuda a minimizar os danos da péssima postura!! Quando eu comecei a fazer pilates na cia athletica minha postura era péssima. Mas com o tempo você volta a ter uma postura certa e para de sentir dor nas costas e tudo mais!!

Comente

Deixe aqui sua opinião...