Ocultar

Prepare seu coração!


Amanhã o coração dos brasileiros vai bater mais forte na estréia do Brasil na Copa do Mundo!

A adrenalina, o nervosimo e a emoção de ver a seleção brasileira entrar em campo pode ser um risco para seu coração. Ainda mais se combinado com aquela cervejinha, churrasco, pipoca e os petiscos tão conhecidos pelo torcedores!

Os comes e bebes que acompanham os jogos de futebol não ajudam quem já sofre de problemas cardiovasculares. Pratos muito salgados e bebidas alcoolicas aumentam a pressão sanguínea, elevando o risco de acidentes.

Mas o problema não para por aí! É recomendado também evitar a cafeína. E não só o café! Energéticos, chás e alguns refrigerantes ou bebidas que contenham a substância fazem o coração acelerar.

Segundo especialistas, quem corre mais risco são as pessoas que já têm problemas no coração e não costumam se cuidar.

Por isso, aqui vão algumas dicas para curtir os jogos da Copa sem riscos para seu coração:


– Comidas muito salgadas (como churrasco e pipoca!);
– Bebidas alcoólicas;
– Cafeína;
– Cigarro.

 

- Calmantes fitoterápicos, como o maracujá, por exemplo, que não precisam de prescrição médica;
– Quem já usa remédios para o coração pode consultar seu médico para saber se é possível tomar os medicamentos antes dos jogos.

Para quem leva uma vida sedentária, os riscos podem ser ainda maiores!

Coração monitorado durante a Copa

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Munique no último mundial mostrou que em dias de jogos da Alemanha na Copa houve um aumento de 30% a 40% nos atendimentos em prontos-socorros em relação a doenças cardiovasculares agudas, como arritmias, hipertensão arterial e até isquemia.

O estudo apontou que as chances de torcedores do sexo masculino terem problemas cardíacos é multiplicado por 3,26. Já entre as mulheres, a probabilidade é de 1,8 vez maior em relação ao período fora da competição.

No Brasil ainda não há números exatos registrados quanto ao perigo de problemas cardíacos durante as partidas da Copa, mas com tamanho fanátismo e paixão pelo futebol, não é difícil imaginar os índices dos brasileiros!

Para descobrir se o número se repete por aqui, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) vai monitorar o coração do torcedor durante a Copa. A pesquisa será feita em hospitais de seis cidades do país – São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Campinas, Belo Horizonte e Salvador.

A finalidade é analisar a influência de um jogo dramático sobre a saúde dos espectadores. Os principais eventos cardiovasculares analisados para elaborar uma possível relação com os jogos do Brasil são: enfarte do miocárdio, angina (pré enfarte), arritmia e derrame cerebral.

*Com infromações do G1.


Comente

Deixe aqui sua opinião...