Ocultar

Cozinha inimiga dos micróbios


O que muita gente não sabe, é que mais intoxicações alimentares são de ingestão de alimentos preparados em casa (27%) do que daqueles feitos em bares, padarias ou restaurantes (24%).

O levantamento foi feito pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo entre 1998 e 2008. Creches, escolas e asilos ficaram em primeiro lugar – com 39% das ocorrências.

Existe bastante confusão sobre o que fazer para que a cozinha se torne inimiga dos micróbios e bactérias. Queremos acabar com eles:

Tábua de madeira: dê preferência a tábua de polietileno. A de madeira, por ter uma superfície porosa, é um convite ao acúmulo de sujeira. De qualquer maneira, lave bem toda vez depois de usá-las.

Sabe o lixinho em cima da pia? O ideal é que lixo fique mesmo no chão. Se estiver na pia, retire sempre os restos de comida, principalmente à noite, para não atrair insetos. Não se esqueça também de lavar a pia depois de preparar uma refeição.

Esponja sem restos. Seja de sabão ou sujeira. Troque-a antes de ficar muito estragada. Para desinfetá-la, mergulhe-a em uma solução de cloro por 15 minutos, na proporção de 1 colher de sopa por litro de água.

Lave as mãos. Essa recomendação é só para lembrar o que todo mundo já sabe. As mãos carregam microorganismos, sendo fácil transmitir doenças.

Sem preguiça para lavar a louça! A crosta formada pelos restos de alimentos em pratos e panelas é a moradia ideal para as bactérias, ainda mais quando estiver calor. Portanto, não deixa aquela pilha de louça suja acumular.

Lugar de comida quente é na geladeira, afirmam os especialistas. Derrubando mitos, o certo é que a comida fique no máximo duas horas em temperatura ambiente para não ficar vulnerável. Para evitar a retenção de calor, deixe o recipiente sem tampa nas primeiras duas horas que estiver na geladeira.

Frutas e verduras bem limpas. Retire as partes ‘machucadas’, lave o restante com água e deixe de molho em uma solução clorada por dez minutos. O vinagre só ajuda a reduzir o número de bactérias indesejáveis.

Jogue fora rápido o que estiver estragado. Um alimento em mau estado na geladeira pode estragar os outros se não for descartado rápido. Isso chama contaminação cruzada – transferência de micróbios de um alimento para outro.

Preste atenção. Saiba quais são os alimentos mais vulneráveis a serem contaminados:

1° ovos
2° carnes
3° sobremesa
4° água
5° leite e derivados

Se você tiver mais alguma dica, escreva para nós!


Comentários

2 Respostas para “Cozinha inimiga dos micróbios”

Comente

Deixe aqui sua opinião...