Ocultar

Cuidado com as articulações, faça um exame de sangue!


Uma doença que prejudica as articulações do corpo e pode provocar deformações, deve ser  a maior preocupação para as mulheres de 30 a 50 anos de idade: a artrite reumatóide. Apesar das mulheres serem as mais afetadas, homens e até mesmo crianças podem contrair  a doença.

Evitar e diagnosticar é difícil, já que ainda não se sabe como essa doença é provocada e os sintomas que aparecem nas pessoas com princípio de artrite reumatóide pode ser confundido com outras patologias.

Sintomas
Os principais sintomas da Artrite Reumatóide são: mal-estar, febre baixa, suores, falta de apetite, perda de peso, fraqueza, dores nas articulações e humor alterado.

Com a progressão da doença os sintomas ficam piores, podendo causar anemias, aumento dos gânglios e inflamação em algumas articulações.

Um novo diagnóstico
Pesquisadores da Universidade de Umea, na Suécia, descobriram que através de um exame de sangue é possível prever se uma pessoa terá artrite reumatóide no futuro. A descoberta pode ser um alívio para as pessoas que poderiam contrair a doença daqui a alguns anos, já que ela não tem cura e provoca deformações no corpo.

Através do exame de sangue os pesquisadores conseguiram identificar quantidades altas de citocina – substância que é relacionada a processos inflamatórios – em pessoas que não tinham apresentado nenhum sintoma da doença até então.

Quando os 30 tipos de citocina estavam aumentados, as pessoas tinham 86% de chances de desenvolver a artrite reumatóide.

Como não há como prevenir essa doença, a nova descoberta pode ser uma alternativa para começar o tratamento de forma mais rápida, evitando que haja deformações nas mãos, joelhos, ombros, e pés, articulações que são as mais prejudicadas. Quando a doença fica mais grave e atinge outros órgãos pode diminuir a expectativa de vida entre cinco a dez anos.

“Tomara que os cientistas estejam cada vez mais curiosos, e façam novas descobertas, só assim
surgem novas curas, tratamentos, e diagnósticos. E quem ganha é nossa saúde.”


Comente

Deixe aqui sua opinião...