Ocultar

Corrimento vaginal é normal?


Qual é a mulher que nunca teve corrimento vaginal? A maioria tem, mas é preciso ficar atenta, pois o corrimento pode ocorrer de forma anormal provocando coceiras, cheiro forte, dor e irritação durante o ato sexual.

Um estudo realizado em 2006 pelo Ministério da Saúde com 15 mil mulheres entre 15 e 49 anos, que vivem nas áreas urbanas e rurais das cinco regiões brasileiras, apontou que a prevalência referida de corrimento vaginal anormal foi estimada em 24% das mulheres, 38% das vezes acompanhada de coceira.

Antes que você pense que qualquer corrimento já é sinal de problema é bom saber que ele também serve para proteger as mulheres de algumas doenças, já que possuem imunoglobulinas.

Segundo a Drª Nara Mattia, ginecologista e mastologista, a secreção vaginal produz o peróxido de hidrogênio – substância tóxica para a maioria dos parasitas vaginais –, e também o ácido lático, que ajuda a manter o pH vaginal em 4,5 (ácido) e a combater microorganismos que não se adaptam ao meio ácido.

O que pode ser considerado normal?
Para distinguir o que é um corrimento vaginal normal e o que não é você precisa prestar atenção!

Se o corrimento tem um fluxo de pequena quantidade e é esbranquiçado, pode ser considerado normal mesmo que manche a roupa. Somente quando apresentar irritação na pele e na mucosa você deve procurar um médico.

A secreção diminui durante a fase pós-menstrual e aumenta até a metade do ciclo, durante os dois e três dias anteriores à ovulação.

Higiene demais é prejudicial
O Blog da saúde já alertou em outra matéria que o excesso de higiene também pode ser prejudicial, pois quando isso acontece a mulher está tirando a proteção da sua vagina, já que o corrimento também previne certas doenças. Lavar as regiões íntimas muitas vezes ao dia, com sabão, pode acabar com a proteção natural e facilitar a infecção por fungos.

Você usa protetor diário?
Pois é, o protetor diário pode facilitar o aparecimento de corrimentos vaginais anormais, pois eles aumentam a proliferação de fungos e bactérias, já que a região da vagina fica mais abafada e úmida.

Curiosidades

A secreção vaginal desempenha o importante papel da lubrificação durante o ato sexual

Em meninas virgens raramente o corrimento estará relacionado a alguma doença

Sexo sem segurança é o vilão das infecções genitais, além de tantos outros riscos. Fique atenta!

Tratamento
Segundo a Drª Nara Mattia, muitas vezes a utilização de pomadas simples pode surtir resultado. Mas somente um médico especializado pode indicar a medicação correta.

Outra alternativa são os famosos banhos de assento, uma medida caseira que pode funcionar. A Candidíase melhora com um banho de assento de bicarbonato.

Melhor prevenir do que remediar
Esse dito popular funciona sempre! Evitar o problema antes que ele ocorra é a melhor alternativa, por isso acompanhe algumas dicas que a Drª Nara Mattia nos passou:

  • Higiene adequada dos genitais;
  • A higiene, após a evacuação, deve ser feita com banhos de assento;
  • O papel higiênico deve ser usado da frente para trás, evitando disseminação de bactérias do reto para a vagina;
  • Uso de calcinhas de algodão, de preferência, e não muito apertadas;
  • Troca frequente de roupas íntimas, evitando mantê-las úmidas na região vaginal;
  • Troca frequente de absorventes higiênicos no período de menstruação;
  • Na praia ou piscina evitar ficar muito tempo com o maiô molhado, pois o ambiente quente e úmido favorece a proliferação dos fungos;
  • Visita frequente ao ginecologista;
  • Cuidado na escolha do parceiro sexual.

“Seguindo essas dicas não tem como errar! Visite seu ginecologista
com regularidade e livre-se das encanações!”


Comentários

103 Respostas para “Corrimento vaginal é normal?”
  1. Mayara disse:

    Tenho 17 anos e sofro desde aos 6 anos com corrimento.
    ''Ele'' é sai como uma gosma branca e depois fica amarelado na calcinha, e vem em quantidade média, que dá para o odor passar para as roupas…
    Sou virgem, e não sei o que possa ser isso!
    Teria alguma resposta para esse devido problema que me incomoda?

  2. marcia disse:

    Boa noite,blog saúde,tenho 19 anos e tomo remédio já uns 3meses e no primeiro mês com um descuido meu,tive relação sexual com meu noivo,e no calor da pele,ele gozou,mais quando ele percebeu ele tirou imediatamente,nisso já estava quase acabando com minha cartela,e no dia seguinte,tômei a pirula,do dia seguinte,quando acabei a cartela,demorou 5 dias,para minha menstruação vim,vei mais,foi pouca mais veio,na segunda cartela quando a cabou atrasou 3 dias e veio muito,e agora to tomando a terceira,só quero saber não corro nem um risco não. Né?

  3. Miriã disse:

    Olá meu nome é MIRIÃ , tenho 30 anos ,sou vírgem e tenho um corrimento esbranquiçado, coalhado, por vezes, recobre a mucosa vaginal uma camada fina esbranquiçada, praticamente não tem odor mas me encomoda pelo fluxo que as vezes é grande, molha minha calcinha e as vezes minha bermuda, calça comprida…sem contar que muitas vezes sinto quando está saindo de minha vagina. Me ajude!

    • blogdasaude disse:

      Olá, Miriã. Se é algo que te incomoda, procure um médico ginecologista. Ele vai avaliar e te ajudar. Aqui no blog não damos consultas ou diagnósticos. Um abraço

  4. Maria disse:

    Olá,tenho 15 anos,sou virgem as vezes tenho corrimento, ele é branco tipo uma massinha, e as vezes transparente tipo uma melequinha, não arde, também não sinto coceira, e não tem odor, e eu só tenho as vezes,tenho diariamente depois do período menstrual, você acha que eu devo me preocupar muito com isso???

    • blogdasaude disse:

      Olá, Maria. Como você pode ter lido na matéria, se não há odor, mudança de cor, ou coceira, é apenas uma secreção natural do corpo. Um abraço

  5. reb disse:

    meu deus fais anos que sai secresao issto e normal

  6. c.c.m disse:

    Tenho corrimento amarelo ha quase 2 anos, já fui a 2 ginecologistas diferentes e já fiz 2 exames (introito vaginal).
    Os exames não acusam nada e a ginecologista fala que é a minha imunidade que fica baixa a altera a flora vaginal. Já tomei medicamentos e fiz vários assentos. Não aguento mais, o corrimento é constante, as vezes não tem nenhum odor, as vezes tem um odor bem fraco. O detalhe é que sou virgem, o que devo fazer?

  7. lila disse:

    isso me ajudou muito

  8. Rfa disse:

    Eu tenho esse corrimento ou sei lá o que, desde muito nova.. Lembro-me que quando tinha uns 5 a 7 anos, fui ao ginecologista.. o mesmo disse que era corrimento, e era para mim lavar com sabão de glicerina, mas hoje estou com 18 anos e ainda tenho… Como sei se é uma DTS ou um Corrimento? Não é sempre que coça, é muito raro, o odor nem sempre é ruim, só se cheirar muuuito de perto, tem cor branca, e o fluxo que vem é variado… Como tenho desde muito nova, e antes de ter relação sexual, não tenho noção do que seja. Já fui a ginecologista que recolheu uma amostra disso, mas tenho um certo receio do que possa ser. Teria uma ideia do que possa ser?

  9. graziela ribeiro disse:

    é normal ter escorrimento, mesmo eu ainda sendo virgem?

  10. Karoliny disse:

    Olá tenho 15 anos e estou preocupada, pois estou com corrimento meio amarelado (bem clarinho), macha a roupa e as vezes coça. estou preocupada. pode ser muito grave?

  11. Cibelle disse:

    Olá tenho 15 anos, sou virgem e estou com corrimento meio que um amarelo meio clarinho e tem um odor não é forte, e as vezes coça. estou preocupada. pode ser algo muito grave?

  12. aline disse:

    ola eu tenho 13 anos, as vezes quendo vol no banheiro ocorre uma secreçao bem branca…..
    mas eu to me preucupando nao tem mal cheiro e nao me provoca coceira…..
    mas sempre sai na calcinha e isso me deixa constrangida!!!
    e grave?

  13. su disse:

    olá tenho um corrimento ha anos ja eu era pequena quando começou hj tenho 17 anos e ainda tenho o fluxo é bem intenso chega a molhar a calcinha quando esta proximo de vir minha menstruação ele diminui muito nao vem quase nada ai logo apos o fluxo da menstruação passar ele vem denovo muito intenso a cor as veses fica amarelinha mas bem clarinho sera que é normal?? por favor me ajudem

    • blogdasaude disse:

      Olá Su,

      Aconselhamos você a procurar um ginecologista de sua confiança. Não podemos fornecer um diagnóstico, não somos médicos.

      Att. Equipe Blog da Saúde.

Comente

Deixe aqui sua opinião...