Ocultar

Quimioterapia – Prós e Contras


Já conhecemos as características do tratamento quimioterápico. Reações adversas são percebidas em nosso organismo, porém, o tratamento é indicado e um dos mais assertivos no combate ao tratamento do câncer. A boa notícia é que um novo tratamento vem sendo debatido por empresas farmacêuticas e médicos de todo o mundo.

Trata-se de uma quimioterapia contínua, diferente da habitual em que o paciente é medicado apenas em episódios de piora da doença. A técnica, que é implantada com drogas mais toleráveis e que podem ser utilizadas com mais frequência no controle da doença ainda desperta dúvidas e contestação por parte de alguns especialistas. A questão levantada por alguns profissionais são os possíveis efeitos colaterais que um tratamento a longo prazo acarretaria. Em alguns casos o tratamento atrasou o progresso do tumor, porém há variáveis como o tipo de câncer e intensidade da doença que devem ser levadas em consideração.

A medicina avança dia a dia  em busca da cura do câncer. Isso estimula e traz esperança tanto aos enfermos quanto às famílias. Isto se reflete na busca cada vez maior de mulheres que querem saber das possibilidades de engravidarem pós tratamento. Pesquisa recente feita com 613 oncologistas americanos e publicada no “Journal of Clinical Oncology” mostra que apesar de o risco de infertilidade surgir em homens e mulheres em tratamento de câncer, apenas 25% dos oncologistas orientam seus pacientes jovens sobre o risco ou os encaminham a especialistas em reprodução.

O risco existe porque  os remédios usados para eliminar as células cancerígenas podem também destruir às que dão origem aos óvulos e aos espermatozóides, as chamadas células germinativas. Em matéria veiculada no jornal Folha de São Paulo, o oncologista Paulo Hoff, diretor-executivo do Centro de Oncologia do Hospital Sírio Libanês lembra que hoje em dia há uma série de manobras das quais o médico pode lançar mão para preservar a fertilidade da mulher ou do homem, embora ele reconheça que isso só seja aplicado em centros de referência.

 

“A evolução da medicina proporciona o crescimento às expectativas de qualidade de vida.
Mantenha-se sempre bem informado e lute por sua saúde”

 

*Este post contou com informações da Folha de S.Paulo


Comente

Deixe aqui sua opinião...