Ocultar

Manicures e tatuadores: atenção à contaminação de hepatite


Para chamar a atenção de manicures e tatuadores para o problema de contaminação das Hepatites B e C, o Ministério da Saúde decidiu fazer uma campanha diferente. Vai premiar os trabalhos mais originais desses profissionais com o objetivo de engajá-los na prevenção da doença incentivando a produção de obras criativas.

Riscos

O trabalho de manicure e tatuador precisa de muita atenção com a higienização/ esterilização dos instrumentos cortantes e perfurantes, pois o risco de contato com o sangue dos clientes aumenta as chances de contaminação das Hepatites virais. Em média, 33 mil novas pessoas são infectadas anualmente no Brasil por essa doença, aponta o Ministério da Saúde.

Conheça a doença

Outras campanhas também chamam atenção para a prevenção da doença. A “Caravana Hepatite C” promovida pela Roche percorreu o Brasil realizando testes gratuitos. No aplicativo disponível no site Quebre o Silêncio você pode conhecer os sintomas e prevenção.

Hepatite C

É uma doença inflamatória do fígado, causada por um vírus denominado VHC (vírus da hepatite C). A transmissão acontece quando o sangue contaminado pelo vírus da hepatite C (VHC) penetra na corrente sanguínea de um indivíduo sadio. Ainda não existe cura para a doença, mas há tratamento.

Concurso cultural “Arte, Prevenção e Hepatites Virais para Tatuadores e Manicures”

As inscrições são válidas até 20 de setembro. Os prêmios variam de R$ 2 mil e R$ 5 mil.

Para a participação no concurso, é necessário que os trabalhos sejam baseados nos seguintes temas:

a) Prevenção no processo de trabalho caracterizando boas práticas (higiene, segurança e informação) de cuidados com o profissional e cuidados com o cliente;

b) Incentivo ao uso de preservativo: o uso da camisinha protege contra a hepatite B e de outras DST, como sífilis e AIDS;

c) Incentivo ao teste para as hepatites B e C: as hepatites B e C nem sempre apresentam sintomas. Só com exames de sangue é possível saber se alguém está com hepatites;

d) Incentivo à prevenção da transmissão vertical: exames e tratamento durante o pré-natal, para que a hepatite B não passe da mãe para o bebê, na gestação, no parto ou na amamentação.

e) Incentivo à prevenção das hepatites virais entre usuários de drogas. O acervo das obras oriundas do Concurso será utilizado pelo DDAHV/SVS/MS e pelo UNODC para a promoção de práticas seguras e de prevenção em relação às hepatites B e C.

1. DO OBJETO

1.1. Premiar trabalhos originais de manicures e tatuadores nas seguintes categorias:

a. Arte em unhas: é um conceito de estética que usa técnicas e recursos específicos para decorar as unhas. São esperadas propostas que relacionem os temas do edital com ideias criativas manifestadas por meio da técnica de arte em unhas.

b. Desenho para tatuagens: tatuagens são desenhos permanentes feito na pele humana. O objeto deste edital refere-se apenas a proposta de artes para tatuagens, sem a necessidade de estarem efetivamente realizadas (tatuadas).  São esperadas propostas que relacionem os temas do edital com ideias criativas manifestadas por meio da criação de desenhos para tatuagem.

c. Relatos de experiências: relatos de experiências e histórias reais que se relacionem à prevenção das hepatites virais B e C no ambiente de trabalho de manicures e/ou tatuadores, que descrevam ações inovadoras e  ideias criativas de prevenção.

1.2. As obras devem ser enviadas por email, obedecendo aos seguintes critérios:

a. Arte em unhas: Os trabalhos deverão  ser fotografados (em qualquer resolução e sem necessidade de uso de equipamento fotográfico profissional).

b. Desenho para tatuagens: Os trabalhos deverão digitalizados (300 dpi).

c. Relatos de experiências: A proposta deve ser apresentada em, no máximo, 3 mil caracteres (incluindo espaços) e deverá ser enviada por email.

CLIQUE AQUI e confira o edital completo.


Comentários

Uma Resposta para “Manicures e tatuadores: atenção à contaminação de hepatite”
  1. A Hepatite até hoje oferece riscos de morte. É até óbvio dizer que as pessoas precisam procurar um lugar conhecido, e certificado para fazer a tatuagem. Mas é primordial apontar que todos devem tomar as vacinas contra o mal. Infelizmente até hoje muitos negligenciam a medida profilática.

Comente

Deixe aqui sua opinião...