A análise foi realizada por cientista entre 2005 e 2012.

Dois estudos recentes mostraram os benefícios de parar de fumar: o cigarro pode tirar, em média, 10 anos de sua expectativa de vida.

O dado faz parte de um estudo realizado pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Propostas visam o enfraquecimento da popularidade do produto.

Entre as crianças, os danos do contato com a fumaça que sai do cigarro são maiores. Primeiro, porque a fumaça contém mais nicotina do que a tragada pelo fumante. Segundo, porque elas possuem organismo mais sensível aos componentes do tabaco.

Estudo revela que em menos de 25 anos, população tabagista passou de 31% para apenas 16,8%.

Dois estudos recentes mostraram os benefícios de parar de fumar: o cigarro pode tirar, em média, 10 anos de sua expectativa de vida.

Já são quase 300 mil consumidores no País. Risco: uma sessão de narguilé expõe o fumante à inalação de fumaça por um longo período.

De todos os países estudados, o Brasil tem a menor porcentagem de homens fumantes. Entre as mulheres, a liderança é da Polônia. (revista The Lancet)

As principais dúvidas das mulheres se resumem aos riscos e quais outros métodos eficientes de contracepção. Essas e outras questões foram respondidas por especialista. Confira!

Sabe-se que largar o vício não é nada fácil. Por isso, é válido qualquer esforço que ajude as pessoas a pararem de fumar e amenize os efeitos nocivos do cigarro, inclusive uma mudança de alimentação.

75% dos estudantes entrevistados concordaram com a proibição de aditivos para diminuir a atratividade de produtos para fumar.

Exposição itinerante com painéis ilustrativos promovida pelo Hospital A.C. Camargo leva conscientização sobre os males do tabagismo à milhares de usuários do Metrô de São Paulo.

A liberdade da indústria do tabaco está com os dias contados.

Propagandas de cigarros tinham médicos, celebridades, atletas e até crianças recomendando os “benefícios” do produto.

Medida representa avanço no combate ao tabagismo, que é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis.

As imagens lançadas estamparão os maços de cigarro e anúncios a partir de setembro de 2012.

Simples iniciativas podem encorajá-los.