Ocultar

Pesquisas apontam que consumo diário de suco de laranja ajuda a fortalecer organismo das crianças


Uma alimentação equilibrada pode fazer toda a diferença no fortalecimento do organismo e na melhora da imunidade das crianças. Entre os alimentos que mais ajudam na proteção dos pequenos está o suco de laranja. “O suco de laranja ajuda a proteger e fortalecer o organismo das crianças de doenças devido aos altos teores de vitamina C e flavonóides, que têm importante impacto na imunidade infantil”, disse o professor associado do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas, dr. Rubens Feferbaum.

Os benefícios do consumo diário do alimento têm comprovação científica. Dados de estudos recentes realizados no Brasil e no mundo sobre o consumo de suco de laranja mostraram que o alimento promove a melhora da saúde óssea, além de ajudar no aumento do DHA (ácido docosahexaenóico) e do ferro no organismo.

As pesquisas foram realizadas em crianças entre 4 e 12 anos. De acordo com os dados apresentados pela pesquisa Impact of Orange Juice Consumption on Bone Health of the U.S. Population in the National Health and Nutrition Examination Survey 2003–2006 Survey (Impacto do Consumo de Suco de Laranja na Saúde dos Ossos da População dos EUA na Pesquisa Nacional de Exame de Saúde e Nutrição, tradução livre), o consumo de suco de laranja foi positivamente associado à densidade mineral óssea do fêmur em crianças e ao conteúdo mineral do fêmur em ambos crianças e adultos. Segundo a pesquisa, o consumo do suco de laranja pode ser recomendado como um meio dietético eficaz para melhorar o Cálcio e vitamina D, equilíbrio ácido-base e promoção da saúde óssea em crianças e adultos. O estudo foi realizado por um grupo de pesquisadores das universidades de Connecticut, Harvard e Kookmin, na Korea, além de pesquisadores, da Sociedade Americana de Câncer. A pesquisa foi publicada na revista Journal of Medicinal Food.

“O suco de laranja é um alimento funcional por conta da presença das vitaminas, dos complexos bioativos como os flavonóides fibras solúveis e insoluveis (quando mantém resíduos da polpa), que atuam na saúde intestinal pela manutenção de uma microbiota saudável. E todos estes elementos estão naturalmente presente no alimento”, explicou Feferbaum.

Outra pesquisa apontou que crianças que recebem o suco suplementado com o DHA (ácido docosahexaenóico), um dos dois ácidos graxos,provou ser um meio eficaz de melhorar sua ingestão em crianças e alcançar um maior teor de DHA em fosfolipídios no plasma. O DHA está concentrado no cérebro e nos olhos e está relacionado à capacidade de atenção e memória.  A pesquisa Docosahexaenoic Acid (DHA) Supplementation of Orange Juice Increases Plasma Phospholipid DHA Content of Children (Suplementação com ácido docosahexaenóico (DHA) de suco de laranja aumenta o conteúdo de DHA no fosfolipídio plasmático de crianças, tradução livre), foi realizada por um grupo de pesquisadores da Faculdade de Medicina de Houston e publicada na revista EatRight, American Dietetic Association.
Já o ferro é necessário para a formação de hemoglobinas nos glóbulos vermelhos e influencia na imunidade do indivíduo. Os dados apresentados pela pesquisa Orange But Not Apple Juice Enhances Ferrous Fumarate Absorption in Small Children (Suco de laranja e não de maçã aumenta a absorção de fumarato ferroso em crianças pequenas), demonstram um benefício geral para a absorção de ferro a partir de fumarato de ferro fornecido com o suco de laranja. Em crianças com mais de 6 anos de idade observou-se um aumento de quase duas vezes na absorção de ferro.  A pesquisa foi realizada por um grupo de cientistas das Universidades do Texas e da California.

De acordo com Feferbaum, o suco de laranja é importante para a saúde das crianças por ser rico em vitaminas e compostos bioativos que auxiliam na composição de uma dieta equilibrada. “O suco de laranja tem presente o ácido cítrico que favorece a absorção do Ferro combatendo a anemia deficiência nutricional muito prevalente em crianças no Brasil e no mundo”, frisou.

Foram várias as pesquisas apresentadas sobre o tema. Realizadas em diferentes países, os dados apresentados ajudam principalmente no combate às fake news sobre o consumo do suco de laranja na infância, que tem se espalhado, principalmente, pela falta de informação entre os profissionais.

Segundo Feferbaum, há também no Brasil uma necessidade de esclarecer questões importantes sobre a influência do suco de laranja na nutrição infantil. De acordo com ele, há uma confusão por parte dos profissionais no país entre o que é o suco de laranja 100% integral e as outras bebidas, que têm adição de água, açúcares e etc.  “O suco de laranja não é água é alimento. Se usado de forma adequada é um alimento muito importante para a nutrição da criança”, explicou.

Segundo dados de uma pesquisa realizada no ano passado com mais de 2 mil profissionais europeus pelo Instituto Ipsos, 24% dos profissionais disseram acreditar que o suco de laranja 100% contém açúcar adicionado, o que não é correto. Por conta do desconhecimento e da falta de informação sobre o produto, apenas 18% dos profissionais de saúde recomendam o suco de laranja regularmente a seus pacientes. Entre os nutricionistas, esse percentual é ainda menor, apenas 11%. No Brasil não foi realizada pesquisa do gênero.


Comente

Deixe aqui sua opinião...