Nunca é tarde para criar uma reserva de emergência. Este planejamento é extremamente necessário para ser usado em casos inesperados, como manutenção da casa, problemas de saúde entre outros momentos em que o precisamos rapidamente de uma quantia de dinheiro.

Mas quanto é preciso guardar?

Especialistas em finanças recomendam que seja guardado uma quantia de três a seis meses de despesas correntes.

Por exemplo: se o seu gasto mensal é de R$ 1.000, é preciso montar uma reserva com R$ 3.000 a R$ 6.000.

Este dinheiro deverá ser aplicado e não ser usado para despesas correntes. É preciso ter organização e foco para elaborar uma reserva todo final de mês. Veja algumas dicas de como conseguir guardar um pouco a cada mês:

  • Faça uma lista de todas as suas despesas e verifique o que é possível reduzir ou descartar (compras desnecessárias);
  • Guarde de 5% a 10% do seu salário todo mês;
  • Evite tentações;
  • Toda vez que receber o salário, coloque direto uma certa quantia na poupança.

COMENTÁRIOS:

Comente

Deixe aqui sua opinião...