Hoje, 6 de junho, celebra-se o Dia Nacional do Teste do Pezinho, data existente para promover a importância sobre o exame que detecta doenças logo após o nascimento.

É essencial realizar o teste do pezinho nas primeiras 48 horas de vida do bebê, para identificar, a partir de uma gotinha de sangue, o hipotireoidismo congênito (glândula tireoide do recém-nascido não é capaz de produzir quantidades adequadas de hormônios), a fenilcetonúria (doença do metabolismo), a fibrose cística (doença hereditária recessiva, que afeta principalmente pulmões e pâncreas) e as doenças falciformes e hemoglobinopatias (doenças que afetam o sangue).

Caso diagnosticadas, essas doenças deverão receber o acompanhamento de um médico que indicará tratamento especial urgente. Para que a saúde da criança não seja comprometida.

Teste do pezinho

Um profissional faz a coleta de sangue, que é encaminhado ao laboratório para análise (entre 15 e 30 dias) e o resultado é entregue a família. Na rede pública, o procedimento é gratuito e obrigatório em todo o território nacional.

COMENTÁRIOS:

Comente

Deixe aqui sua opinião...