Pesquisadores da Sahgrenska Academy, University of Gothenburg, na Suécia, estudaram o hormônio produzido quando nós estamos com fome e como isso interfere com a racionalidade e as decisões.

A impulsividade afeta a todos de maneiras diferentes, e cada indivíduo pode ser mais ou menos impulsivo dependendo da situação.

A impulsividade pode ser dividida em dois tipos:

- Ação impulsiva: a inabilidade de parar de realizar alguma ação física.

- Escolha impulsiva: a incapacidade de adiar a gratificação.

Problemas mais sérios, como TOC, abuso de substâncias e desordem alimentar, podem ser consequências da impulsividade, caso esta não seja controlada.

Esta conexão a várias condições psicológicas torna a impulsividade uma importante área de estudo.

Pesquisas anteriores buscaram relacionar a comida, como forma de gratificação, e a impulsividade. No entanto, o mecanismo não foi provado.

Um novo estudo, publicado recentemente na Neuropsychopharmacology, investigou as frações de impulsividade, especialmente em relação ao hormônio grelina.

O que é a grelina?

É um hormônio produzido pelo trato gastrointestinal que age no sistema nervoso central. Isto acontece quando o estômago está vazio. Uma vez que o estômago está cheio, a produção de grelina cessa. O hormônio prepara o corpo para o alimento, e também funciona em células do hipotálamo para induzir a sensação de fome.

Toda a grelina não está limitada a fome. Também está relacionado ao uso de drogas, álcool e ingestão de alimentos.

Os pesquisadores de Sahlgrenska investigaram esse hormônio e o comportamento impulsivo.

A equipe realizou experimentos com ratos, onde o hormônio foi injetado diretamente no cérebro deles e observou-se o comportamento no momento em que eles sentiam fome.

Como esperado, a injeção elevou a impulsividade dos ratos. Assim que o nível de grelina baixou, a impulsividade também reduziu.

Esta descoberta é o primeiro demonstrativo de que a grelina provoca a impulsividade. Os pesquisadores esperam que isto possibilite a criação de um medicamento psicoativo.

Um medicamento para bloquear a grelina já é estudada para o potencial usado anti-obesidade e para ajudar a gerenciar o consumo de drogas em viciados.

COMENTÁRIOS:

Comente

Deixe aqui sua opinião...