Exagerar no consumo de bebidas alcoólicas é perigoso e esta é a época no ano onde há mais festas e mais bebidas disponíveis.

Por esta razão, o Hospital de Transplantes do Estado de São Paulo, unidade da Secretaria de Estado da Saúde administrada em parceria com a SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina), decidiu orientar a população sobre os riscos da alta ingestão de bebidas alcoólicas durante o período de fim de ano.

O que é ressaca?

É um mal-estar generalizado gerado após o pós-abuso do álcool. Os sintomas costumam ser: enjoo, dor de cabeça, cansaço, diarreia e sensibilidade à luz.

Cuidados antes de ingerir a bebida:

Consumir alimentos, principalmente os ricos em gordura;

Beber muita água, tanto antes quanto durante o consumo da bebida alcoólica.

De olho no rótulo da bebida:

O ideal é não abusar da bebida alcoólica. Mas, se for beber, é importante verificar o percentual alcoólico descrito no rótulo. A intensidade da ressaca está relacionada à quantidade de álcool ingerida, não importando se é fermentada ou destilada.

No dia seguinte:

É importante descansar; ingerir apenas alimentos leves, como verduras e legumes cozidos; evitar fritura e doces e beber muita água ou isotônicos.

Fique atento!

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a quantidade máxima diária recomendável de ingestão de bebidas alcoólicas é de duas doses para homens e uma para mulheres.

Neste fim de ano, evite o consumo de bebidas alcoólicas e aproveite melhor as festas.

COMENTÁRIOS:

Comente

Deixe aqui sua opinião...