Fim de ano chegando! Nessa época, é comum as pessoas renovarem suas esperanças, traçarem suas metas e… aumentarem suas despesas!

Neste ano, porém, em função da crise, aumento da inflação e do desemprego, é importante ter consciência quanto à necessidade de poupar: evite ao máximo gastar dinheiro com compras, se realmente não forem necessárias.

É certo que você trabalhou duro o ano todo e merece esse agrado. Também é compreensível que adore presentear e aguarde essa época para demonstrar carinho aos familiares e amigos. Mas o momento pede mais planejamento e disciplina, visando proteger seu orçamento.

Reveja suas prioridades, faça uma lista e confira o passo a passo:

  • Planeje suas compras e não deixe tudo para a última hora – cheque seu orçamento, faça a sua lista e visite lojas com antecedência. Isso facilita a pesquisa de preços e a negociação de desconto e condições de pagamento.
  • Resista ao consumo – cuidado com as compras por impulso. Tudo parece barato e irresistível nessa época do ano. Faça uma boa arrumação no seu armário: doe peças que você não usa mais e que estão em bom estado. Liste quais itens você está realmente precisando. Você gasta menos e faz novas composições interessantes no seu guarda-roupa. Experimente.
  • Presentear é bom, mas controle-se! – capriche nas lembranças e nas embalagens originais. Lembre-se: nem sempre o mais caro é o melhor. Faça sua lista, já definindo um valor para cada pessoa. Essa referência facilita, e muito, a tarefa de comprar.
  • Use seu 13º salário com consciência – planeje o uso deste dinheiro extra. Você pode até comprar alguns itens da sua lista com ele, mas lembre-se, primeiro, de quitar dívidas ou juntar dinheiro para as contas de início do ano.
  • Faça bom uso do crédito – seja um consumidor responsável, não apenas pesquisando preços e comprando o que lhe for útil, mas também analisando muito bem as opções de pagamento. Coloque em prática as lições de educação financeira que aprendeu ao longo do ano e evite abusar das compras parceladas. Cuide bem do seu cartão de crédito, evitando perdê-lo e guardando muito bem sua senha!

Fonte: Finanças Práticas

COMENTÁRIOS:

Comente

Deixe aqui sua opinião...