Há várias histórias referentes a efeitos positivos que a terapia com cachorros pode causar nas crianças com câncer e seus familiares.

Uma nova pesquisa apresentou alguns dados sólidos que reportam o impacto positivo do programa de terapia com cachorros. Os resultados foram apresentados no American Academy of Pediatrics National Conference & Exhibition, nos Estados Unidos.

Muitos hospitais já apresentam a terapia com cães, que visitam os pacientes e seus familiares. E nos casos onde o melhor amigo do homem foi utilizado, notou-se uma melhora do bem-estar e da saúde mental, emocional e social.

O novo estudo utilizou dados dos pacientes, como a pressão sanguínea, a pulsação e os níveis de ansiedade, coletados antes e após a visita dos cães durante a terapia. Nas visitas, as crianças falavam com os cachorros, faziam carinho, tiravam fotos, assistiam as performances de truques e aprendiam os comandos obedecidos pelos cachorros.

Resultados preliminares mostraram que o índice da pressão sanguínea nos grupos que frequentavam a terapia com cachorros caiu. Além disso, os parentes das crianças com câncer reportaram sofrer de ansiedade e com a terapia houve uma queda.

Para os pesquisadores, a terapia com cachorros promove um efeito calmante nos pacientes e nos parentes. Esses resultados incentivam os hospitais a promover ainda mais a prática da terapia com cachorros.

COMENTÁRIOS:

Comente

Deixe aqui sua opinião...