O objetivo do chá de bebê é reunir pessoas queridas para compartilhar este momento de expectativa com os futuros pais e oferecer à criança presentes úteis, dando assim uma grande força no orçamento da nova família.

Quer seja realizado pelos pais ou por familiares e amigos, o segredo do evento está em gastar menos dinheiro com a organização, para poder garantir mais presentes ao bebê, sobretudo se a festa for dedicada à chegada do primeiro filho.

E como economizar?
Seguindo os conceitos de Educação Financeira, a primeira dica é planejar a festa com antecedência (cerca de dois meses), para assim ter tempo de pesquisar preços e negociar condições de pagamento. A escolha do local também é determinante para economizar dinheiro: opte pelo salão do prédio ou pela casa de algum familiar.

Conte com a ajuda de amigos e familiares na organização e elabore um orçamento para controlar bem os gastos. Para o convite, opte pelos virtuais. Se você faz questão do convite tradicional, faça algo manualmente, para não gastar muito. Mas lembre-se: nem todos guardam o convite com o mesmo carinho que você imagina.

Como cardápio, opte por salgadinhos, lanches de metro, tábuas de frios, pães e patês, bolo e alguns docinhos. Tudo isso pode ser feito em casa, ou você pode encomendar alguns desses serviços, pesquisando preços e apurando indicações de conhecidos.

Simplifique no item bebidas, evitando muita variedade. Caso seu orçamento esteja muito apertado, pode pedir aos convidados que colaborem, trazendo itens de sua preferência.

Para quem curte decoração, o tema da festa pode ser o mesmo do quarto do bebê. Dessa forma, alguns objetos poderão ser aproveitados, como, por exemplo, a caixa dos presentes ou a de lembrancinhas.

Chá de bebê ou chá de fraldas?
Há quem prefira um chá de fraldas, em vez do chá de bebê. Isso porque a futura mamãe pode querer compor o enxoval do seu filho sozinho, escolhendo as peças do seu gosto, optando assim por ganhar fraldas de presente, o que também alivia muito o orçamento.

Essa alternativa é bastante válida, também, quando colegas de trabalho resolvem homenagear a futura mamãe. Desta forma, não há como errar no presente!

O que entra na lista?
No chá de fraldas, além de muitos pacotes das descartáveis de tamanhos diferentes, deve-se incluir: pomadas preventivas para assadura, lencinhos umedecidos, fraldas de boca e de pano.

Para o chá de bebê, há duas opções: a lista pode ser bem completa, ou os pais podem optar por itens menos pessoais. Vale lembrar, também, que o bebê vai ganhar muitos presentes ao nascer e os papais vão precisar de bastante espaço para guardar tudo. Seguem aqui algumas sugestões:

  • Enxoval: 2 jogos de lençol para carrinho; 2 jogos de lençol para berço; 1 manta; 1 cobertor; 2 toalhas de banho; 2 toalhas-fralda (bem macias, para o recém-nascido).
  • Itens diversos: Brinquedinhos e mordedores; 1 banheira; termômetro para banho; 1 termômetro para o bebê; 1 bolsa de gel para aliviar a cólica.
  • Higiene: 6 sabonetes neutros; 2 xampus neutros; 6 caixas de bastonetes de algodão; 10 sacos de algodão; 1 tesoura para cortar unhas; escova para o cabelo; 2 saboneteiras; 1 aspirador nasal
  • Roupinhas: 3 bodies tamanho RN; 3 bodies tamanho P; 3 macacões RN; 3 macacões P; 6 pares de meias; 3 calções (mijão) RN; 3 calções (mijão) P; 2 casaquinhos tamanho P; 6 babadores.
  • Para a mamãe: 10 caixas com protetores de seios descartáveis; 1 par de concha de silicone; 1 bomba de tirar leite.

A sugestão é não incluir mamadeiras na lista, pois caberá ao pediatra orientar a real necessidade e o tipo mais indicado para o bebê. Boa festa!

Fonte: Finanças Práticas

COMENTÁRIOS:

Comente

Deixe aqui sua opinião...