Um estudo britânico analisou o comportamento de 200 pessoas perante problemas que ocorrem no dia a dia. No entanto, todos haviam passado anteriormente por uma tarefa estressante.

Segundo a experiência, os mais “esquentados” foram os que se deram pior. A razão, segundo David Lewis, um dos autores da pesquisa, é que as pessoas estressadas perdem o foco e atenção e, por isso, não agem racionalmente. Para os pesquisadores, tal comportamento pode se comparar a uma criança pequena, que responde às situações frustrantes com a emoção.

COMENTÁRIOS:

Comente

Deixe aqui sua opinião...