Em um estudo realizado por psicólogos da Universidade Washignton, em St. Louis, Estados Unidos, 2,5 mil casais, com idade entre 19 e 89 anos, foram acompanhados durante 5 anos pelos profissionais, para descobrir a ligação entre a relação amorosa e a carreira profissional.

No início da pesquisa, os participantes foram entrevistados para saber como era a personalidade de cada um (aberto, extrovertido, empático, atencioso, neurótico…). Após isso, anualmente, eles respondiam uma pesquisa sobre o trabalho: como se sentiam em relação ao emprego (satisfação, empolgação, decepção…), quais eram as chances de receber uma promoção e se haviam conseguido um aumento salarial.

No fim, notou-se que os participantes casados com alguém atencioso e cuidadoso eram as mais bem-sucedidas.

A explicação é simples. Este tipo de personalidade é característica de pessoas que ajudam nas tarefas domésticas, são menos estressadas, possuem bons hábitos e são as mais confiáveis. Isto gera menos problemas conjugais e mais companheirismo em todos os momentos.

COMENTÁRIOS:

Comente

Deixe aqui sua opinião...