O estilo de vida na frente do monitor trouxe muitos problemas de saúde ligados aos movimentos repetitivos. A digitação compulsiva por horas em uma postura inadequada pode causar problemas conhecidos como L.E.R (Lesões por Esforços de Repetição) e Síndrome do Túnel do Carpo.

Médicos ainda têm dificuldade em estabelecer o L.E.R em digitadores, porque outros fatores podem desencadear esse problema. Um estudo do Hospital das Clínicas com um grupo de pacientes demonstrou que apenas 17% dos digitadores afastados de sua função tinham um diagnóstico bem definido. A maior parte apresentava quadros de neuropatias compressivas, principalmente da síndrome do túnel do carpo.

Síndrome do Túnel do Carpo – Flexionar demais o punho provoca um aumento da pressão dentro de um canalzinho ali existente. Portanto, se a pessoa fica muitas horas com o punho fletido, pode desencadear uma compressão do nervo mediano. Além disso, há fatores predisponentes para essa patologia, como é o caso dos diabéticos, indivíduos com hipotireoidismo e em certos grupos familiares.

  • Sintomas: dor no punho, na mão e formigamento nos dedos, principalmente durante a execução de algumas atividades manuais. Outro sintoma característico é acordar no meio da noite com a mão formigando, porque se repetiu a postura de flexão do punho durante o sono. Além disso, pela falta de movimentação dos dedos, pode formar-se um edema, isto é, um acúmulo de líquido dentro do canal, o que aumenta a compressão do nervo.

Como reconhecer o L.E.R

Os sintomas mais frequentes são dores nos membros superiores, nos dedos, dificuldade para movimentá-los e formigamento. Na maioria das vezes, esses sintomas estão relacionados a uma atividade inadequada não só dos membros superiores, mas de todo o corpo.

Voltando no tempo dos datilógrafos

O ritmo de vida diferente e o teclado mais duro podem explicar porque naquela época não era comum esses tipos de lesões. As dores nos membros superiores, região dos ombros e pescoço, estão ligadas à tensão e à contração muscular exagerada. É o preço do estresse, da correria, da má qualidade de vida.

Preste atenção na postura, altura dos olhos em relação à tela, posição dos joelhos, pés e mãos.

Informações da entrevista com o Dr. Rames Mattar, professor de Ortopedia da Universidade São Paulo e presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão, feita pelo Dr. Drauzio Varella.

Se você reconheceu alguns dos sintomas citados, procure um médico.

COMENTÁRIOS:

Comente

Deixe aqui sua opinião...