São Paulo concentra as mais sedentárias; no Rio de Janeiro, as mulheres estão mais preocupadas em praticar alguma atividade física, aponta pesquisa Ideafix.

A falta de tempo é a principal razão para o sedentarismo, de acordo com 69,3% de um total de 800 mulheres entrevistadas pelo Instituto de Pesquisas Ideafix nas cidades de São Paulo (SP), Porto Alegre (RS), Recife (PE) e Rio de Janeiro (RJ). Para elas, a rotina de trabalho e o cuidado com os filhos estão diretamente associados com essa “falta de tempo”.

Um tiquinho de tempo é o suficiente!

Para o educador físico Dudu Netto, não é necessário muito tempo para sair do sedentarismo. “Qualquer exercício é melhor que nenhum exercício. Caminhar 30 minutos alguns dias da semana já reduz em 50% o risco de doenças cardiovasculares e ainda motiva outros hábitos importantes para a manutenção do peso adequado, como a alimentação equilibrada”, diz.

A prática de exercício está alinhada não só no combate ao sedentarismo, mas na promoção à saúde com qualidade e no alcance do peso adequado.

Ainda de acordo com a pesquisa, encomendada pela marca de cereais NESFIT Nestlé, 61% das mulheres não fazem nenhuma atividade física. Por cidade, São Paulo tem o menor índice – apenas 28,5% praticam alguma atividade física; já o Rio de Janeiro tem o maior índice, com 53,5% de praticantes.

Independente da idade, classe social ou cidade, a falta de tempo é a principal razão para o sedentarismo:

Pergunta: Por que você NÃO pratica algum esporte/ atividade física?

69,3% responderam falta de tempo; 20,6% falta de disposição/ preguiça/ cansaço; 8,4% pelo custo; 2,6% motivos de saúde/ dores/ cirurgias; 2,2% estão satisfeitas com o corpo; 1,6% falta de companhia; 1,2% não sabe; e 3,0% outros. Fonte: Ideafix

Como ter uma alimentação saudável na rotina do trabalho

Com a rotina de trabalho, comer fora de casa é um hábito que faz parte da vida da maioria da população. Como manter uma alimentação saudável durante a jornada de trabalho?

Alfredo Halpern, endocrinologista da Universidade de São (USP), que também participa do programa Bem Estar da Rede Globo, reconhece que é uma condição difícil manter uma alimentação saudável na rotina de trabalho, porque além da comida, a falta de exercícios físicos contribui para o ganho de peso. O médico recomenda optar pelos restaurantes do tipo ‘self-service’. “Os restaurantes de quilo são uma ótima opção porque você vai lá e se serve na quantidade certa”, comenta.

Algumas empresas, preocupadas com esse quadro, servem pequenas refeições em intervalos do dia com frutas, sucos, entre outros alimentos, sempre seguindo orientações de nutricionistas. Halpern cita esse tipo de iniciativa como exemplo para promover a saúde dentro das empresas e também contra o sedentarismo. “Tem empresa que além de criar esses programas pagam metade de academia para o funcionário”.

COMENTÁRIOS:

Comente

Deixe aqui sua opinião...