Hoje, 04 de outubro, é Dia de São Francisco de Assis, protetor dos animais e padroeiro da ecologia. Em significado à data, a Secretaria de Meio Ambiente (SMA) lança uma campanha para impedir a prática de abandonos de animais em parques estaduais.

Uma série de placas de caráter educacional, que destacam o aspecto legal do abandono, considerado crime por ser uma cruel forma de maus-tratos a animais, deve ganhar espaço nos parques nos próximos dias.

Os animais abandonados ficam condenados a uma vida indigna, expostos a maus-tratos e doenças, impactam negativamente as áreas de preservação ambiental, competem por espaço e alimento com a fauna silvestre e, ao lutar por sua sobrevivência, podem prejudicar o equilíbrio natural. Vítimas de indiferença, amedrontados, acuados, doentes ou feridos, podem se tornar agressivos. Além disso, reproduzem-se sem controle, fazendo com que o problema torne-se ainda maior se não for enfrentado.

Antes vistos como um mero problema de saúde pública, hoje os animais domésticos em estado de abandono mobilizam um número enorme de pessoas atuando em sua proteção.

Das 20 placas, 12 serão instaladas no Parque Estadual Alberto Löfgren, principal palco de atuação dos grupos protetores dos animais, quatro no Parque Villa-Lobos e as outras quatro aguardam definição. Outras áreas naturais, da capital e do interior, serão contempladas nos meses seguintes e durante o próximo ano.

- – – -

Evento: Lançamento da Campanha contra o abandono de animais em parques – Inauguração de placas

Data: 04 /10/ 2012

Horário: 16h30

Local: Parque Estadual Alberto Löfgren (Horto Florestal)

Endereço: Rua do Horto, 931 – Tremembé

*Com informações da SMA

 

COMENTÁRIOS:

Comentários

2 Respostas para ““Animais não são descartáveis””
  1. Magda disse:

    Um problema sério são os inúmeros animais abandonados em parques e praças. Devia ser crime isso.

Comente

Deixe aqui sua opinião...