Campanha “Cigarro não combina com a saúde do planeta. Nem com a sua” promovida pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA).

Basta manter um cigarro aceso para poluir o ambiente. A fumaça do cigarro contém mais de 4.700 substâncias tóxicas, incluindo arsênico, amônia, monóxido de carbono (o mesmo que sai do escapamento dos veículos), substâncias cancerígenas, além de corantes e agrotóxicos em altas concentrações. Imagine a quantidade de toxidade que várias pessoas fumando deixam no nosso Planeta.

INCA divulgação

Além dos danos à saúde (como diferentes tipos de câncer, doenças cardiovasculares, doenças respiratórias, impotência sexual no homem, infertilidade na mulher, osteoporose e catarata entre mais de 50doenças diretamente relacionadas ao tabagismo), ao longo da cadeia de produção do tabaco há fatores que afetam o meio ambiente e toda a sociedade: uso de agrotóxicos, adoecimento dos fumicultores, inclusive crianças e adolescentes, desmatamento, incêndios, resíduos urbanos e marinhos.

Fumante de um maço de cigarros por dia consome duas árvores em um mês

Para cada 300 cigarros produzidos, uma árvore é sacrificada. Ainda que as zonas desmatadas sejam reflorestadas, não são refeitas as condições naturais quanto à flora e à fauna da mata virgem. O desmatamento está associado ainda a surtos de doenças infecciosas, e à erosão e destruição do solo.

Pelo menos 25% dos incêndios rurais e urbanos são causados por pontas de cigarros. Os filtros, por sua vez, estão carregados de materiais tóxicos que podem demorar mais de cinco anos para se decompor. Há contaminação do solo e bloqueio dos sistemas das águas e esgoto.

As pontas de cigarros são levadas pela chuva para rios, lagos, oceanos, matando peixes, tartarugas e aves marinhas que podem ingeri-las.

Respeite a sua saúde e a saúde do planeta. Ambiente saudável é ambiente livre do cigarro.

O Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado em 29 de agosto, foi criado em 1986 pela Lei Federal nº. 7.488. Tem como objetivo reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população brasileira para os danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo tabaco.

No Brasil, o Instituto Nacional de Câncer (INCA) é o órgão do Ministério da Saúde que coordena o Programa Nacional de Controle do Tabagismo.

Confira as ações desenvolvidas para a celebração do Dia Nacional de Combate ao Fumo este ano. Clique aqui.

*Fonte: INCA

COMENTÁRIOS:

Comentários

3 Respostas para “Fumante de um maço de cigarros por dia consome duas árvores em um mês”
  1. O cigarro é uma droga legalizada, mas nem por isso deixa de ser uma droga. Apesar de socialmente aceita, traz tantos danos quanto a qualquer outra droga, seja os conhecidos entorpecentes, seja o álcool, que também é socialmente aceito. Claro que as doenças relacionadas são diferentes e a questão do meio ambiente é muito mais latente em relação ao cigarro, mas o que as pessoas que fumam devem ter em mente é que isto é um vício extremamente destrutivo. Esta comparação de fumar um maço de cigarro por dia com a destruição de duas árvores é realmente alarmante, assim como o dinheiro gasto para a compra dos cigarros. Seja pelo motivo que for, é necessário evitar o cigarro e ter uma vida mais saudável e tranquila.

  2. canton fair disse:

    As indústrias tabagistas ainda faturam muito, mesmo sem as propagandas massivas de alguns anos. E com o aval da legalidade, a droga é aceita socialmente como afirmou a Rafaela. Com a própria saúde cada um sabe o que faz, mas tendo em vista essa informação de que 300 cigarros representam uma árvore a menos fica evidente que deve haver uma campanha muito forte contra o cigarro. O cigarro é um malefício que afeta o bem comum.

  3. tamires disse:

    o cigarro faz mal eu não queria que tivesse ele no mundo . bjssssss

Comente

Deixe aqui sua opinião...