Altos índices de diabetes, hipertensão e obesidade foram relatados ao redor do mundo no documento “Estatísticas da Saúde Mundial 2012”, lançado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) ontem. As informações apontam que cerca de 10% da população mundial vive com diabetes e 12% são consideradas obesas.  Um dos violões que deixam nosso corpo propício para essas doenças é a correria da vida moderna. Mais especificamente, a pressa que temos na hora de almoçar.

A correria das cidades grandes, o trânsito estressante, as longas horas de trabalho, as tarefas domiciliares e os compromissos sociais muitas vezes impedem-nos de saborear calmamente cada refeição.

Já sabíamos que o que comemos têm uma grande influência no nosso organismo. Agora, pesquisa feita pela Universidade Lituânia de Ciências da Saúde mostra que o modo como comemos também tem importância. Comer muito rápido pode aumentar em até 2,5 vezes o risco de gerar diabetes tipo 2, aquela na qual a insulina continua a ser produzida, mas o organismo desenvolve resistência ao hormônio.

Esse não é o primeiro estudo que identifica a correria na hora das refeições como um risco para a saúde. Outras pesquisas já haviam ligado a forma de comer com o índice de obesidade, que aumenta junto com a velocidade da ingestão de alimentos.

Os pesquisadores acreditam que ao identificar fatores de risco que podem ser modificados, as chances de reduzi-los é maior. Portanto, pare um pouco e dê a você mesmo o prazer de saborear cada garfada. Seu corpo agradece. :)

COMENTÁRIOS:

Comentários

Uma Resposta para “Comer muito rápido pode duplicar o risco de gerar diabetes tipo 2”
  1. solidworks disse:

    Isso realmente surpreendeu. Difícil de imaginar que comer rápido faria um mal desses, eis uma prática recorrente no mundo moderno, hora de evitar. Excelente texto, pontualíssimo.

Comente

Deixe aqui sua opinião...