Nos EUA, o tamanho das porções de batatas fritas triplicou nos últimos 50 anos. As embalagens de bebidas duplicaram neste período e junto com elas, os casos de diabetes tipo 2. Dados mostram que 57% dos residentes de Nova York são obesos e 10% deles já tiveram ou têm diabetes.

O Departamento de Saúde de Nova York lançou uma nova campanha contra o consumo exagerado de alimentos que podem prejudicar a saúde. Cartazes colocados nos metrôs da cidade mostram um diabético com a perna amputada pelo consumo excessivo de refrigerantes. Lembram um pouco as campanhas feitas nos maços de cigarro e, desta vez, foram os fabricantes das bebidas que não ficaram nem um pouco felizes.

Imagem da NYC Health Department

 

Imagem da NYC Health Department

 

Imagem da NYC Health Department

“O tamanho das porções comercializadas é muito mais do que os humanos precisam”, diz Thomas Farley, comissionário de saúde de Nova York. “Nós estamos alertando a população sobre o risco das porções exageradas para que eles possam realizar escolhas conscientes sobre o que comem. Consumir muitas calorias leva ao ganho de peso, o que aumenta o risco de ter diabetes tipo 2. Se a população de Nova York cortar as porções, eles podem cortar os riscos de saúde também .”

Uma estratégia similar já havia sido adotada pela prefeitura na tentativa de conscientizar a população a selecionar bebidas mais saudáveis na hora da refeição. O cartaz principal da campanha mostrava um refrigerante sendo despejado num copo, mas o líquido que chegava ao copo era pura gordura.

Imagem da NYC Health Department

“Bebidas açucaradas não deveriam fazer parte da nossa dieta diária. Elas aumentam o risco de obesidade e todos os problemas consequentes, particularmente a diabetes, mas também outros como doenças cardiovasculares, artrite e câncer,” afirma Thomas Farley.

Confira alguns dos vídeos da campanha:

COMENTÁRIOS:

Comentários

3 Respostas para “Nova York cria campanha contra refrigerantes e exagero na alimentação”
  1. corretor disse:

    Só faltou acertar na concordância: o tamanho (das porções) triplicou; o tamanho (das porções) é…

Comente

Deixe aqui sua opinião...