Os milhares de usuários do Metrô Clínicas de São Paulo já podem conferir a exposição itinerante “O Caminho da Fumaça”, promovida pelo Hospital A. C. Camargo.

A mostra conta com painéis ilustrativos mostrando como a fumaça do cigarro circula em nosso corpo, mas de uma forma criativa e bem-humorada. Ela expõe os diferentes tipos de câncer que têm o cigarro como fator de risco, com suporte técnico-científico do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Oncogenômica do A.C.Camargo (INCiTO).

Até o dia 31 de outubro quem passar pela Estação Clínicas do Metrô poderá conferir os painéis. Mas como a exposição é itinerante, ela também poderá ser vista nas estações Luz (10 a 30 de novembro) e Largo Treze (10 a 31 de dezembro).

O tabagismo

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), 17,5% da população brasileira adulta é fumante e 200 mil pessoas morrem por ano no país por causa do cigarro.

Todos os dias, 10 mil pessoas morrem em decorrência do tabagismo, totalizando cerca de 4 milhões de mortes por ano no mundo. E as previsões não são nada otimistas: em 2030 o câncer de pulmão terá atingido mais de 2,2 milhões de pessoas no mundo, de acordo com a OMS.

No Brasil - Ocorrem 27 mil novos casos de câncer pulmonar por ano no país, conforme dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca). E calcula-se que em 2011 sejam registrados 17.800 casos de câncer de pulmão na população masculina e 9.830 na feminina.

Alguns dos problemas que o fumo pode acarretar são: doenças cardiovasculares, doença pulmonar obstrutiva crônica, problemas nos dentes e gengivas, úlcera péptica, hipertensão arterial sistêmica e osteoporose.

E em relação ao câncer, o tabagismo está relacionado ao surgimento de cerca de 30% dos tumores malignos, sendo responsável por 30% das mortes em razão da doença.

A exposição conta com apoio do Centro de Excelência em Pesquisa, Inovação e Difusão do A.C.Camargo – programa financiado pela Fapesp que propõe a aproximação entre a pesquisa na área de câncer e a sociedade.

Confira algumas das imagens da mostra:

 

 

 

 

Imagem: Hospital A. C. Camargo

 

 

 

 

 

 

 

Imagem: Hospital A. C. Camargo

Imagem: Hospital A. C. Camargo

Imagem: Hospital A. C. Camargo

Imagem: Hospital A. C. Camargo

Imagem: Hospital A. C. Camargo

Imagem: Hospital A. C. Camargo

Imagem: Hospital A. C. Camargo

 

 

 

“O Caminho da Fumaça”
Locais e datas: Estação Clínicas (10 a 31 de outubro), Estação Luz (10 a 30 de novembro) e Estação Largo Treze (10 a 31 de dezembro).
Horário: domingo a sexta das 04h40 às 00h00 e sábado das 04h40 à 01h00
Gratuito

COMENTÁRIOS:

Comentários

3 Respostas para “Você sabe qual o caminho que a fumaça do cigarro percorre?”
  1. Sergio disse:

    Olá pessoal, meu nome é Sergio, tenho 34 anos e lendo este artigo me vem a cabeça a minha época de fumante, pois fumei por 8 longos anos. A boa notícia? Parei de fumar a quase 10 anos, mas ainda me lembro no inicio foi muito difícil, pois fiquei muito ansioso e não parava de comer, acabei ganhando alguns kilos. Vou dizer uma coisa parar de fumar foi à melhor coisa que eu já fiz em toda minha vida, quanto aos quilinhos a mais. Reverti à situação, agora eu pergunto a vocês. Será que eu conseguiria reverter um câncer no pulmão ou na garganta, uma enfisema pulmonar? Provavelmente não. Por isso lhe digo se ainda não parou de fumar pare, se esforce para isso. Eu me esforcei e estou aqui a quase 10 anos sem fumar, e olhe que eu fumava um maço por dia ou mais nos finais de semana. Eu consegui só falta você. Força! Grande abraço a todos.

  2. Sergio disse:

    Olá pessoal, meu nome é Sergio, tenho 34 anos e lendo este artigo me vem a cabeça a minha época de fumante, pois fumei por 8 longos anos. A boa notícia? Parei de fumar a quase 10 anos, mas ainda me lembro no inicio foi muito difícil, pois fiquei muito ansioso e não parava de comer, acabei ganhando alguns kilos. Vou dizer uma coisa parar de fumar foi à melhor coisa que eu já fiz em toda minha vida, quanto aos quilinhos a mais. Reverti à situação, agora eu pergunto a vocês. Será que eu conseguiria reverter um câncer no pulmão ou na garganta, uma enfisema pulmonar? Provavelmente não. Por isso lhe digo se ainda não parou de fumar pare, se esforce para isso. Eu me esforcei e estou aqui a quase 10 anos sem fumar, e olhe que eu fumava um maço por dia ou mais nos finais de semana. Eu consegui só falta você. Força! Grande abraço a todos.

Comente

Deixe aqui sua opinião...