Um paciente de 36 anos com câncer que precisou de uma nova traqueia foi operado com sucesso na Suécia.

Traqueia Sintética - Imagem: BBC

O órgão sintético foi desenvolvido por cientistas em Londres, que o revestiram com células-tronco retiradas da medula óssea do paciente. Dois dos grandes (imensos) diferenciais da técnica são que não é preciso um doador e não há risco do órgão ser rejeitado.

De novo: não é preciso um doador – e isso é simplesmente genial. A chave para a mais recente técnica de modelagem é uma estrutura que é uma réplica exata de traqueia do próprio paciente, feita graças à nanotecnologia.

Durante uma operação de 12 horas, o cirurgião italiano líder, Professor Paolo Macchiarini, removeu todo o tumor e a traqueia doente e substituiu-a com a réplica feita sob medida.

Além disso, o corpo do paciente vai aceitá-la como sua própria, ou seja, ele não terá que tomar os fortes medicamentos antirrejeição que os pacientes transplantados precisam. Paolo, disse à BBC, que muitos outros órgãos poderão ser reparados ou substituídos da mesma forma.

O órgão sintético foi desenvolvido por cientistas da University College London; a operação foi realizada no Karolinska University Hospital, na Suécia, e a informação foi divulgada na BBC inglesa.

COMENTÁRIOS:

Comente

Deixe aqui sua opinião...