As comemorações juninas também são repletas de alimentos ricos em vitaminas e minerais indispensáveis para o bom funcionamento de nosso organismo.

A palavra de ordem continua a ser moderação. Mas em vez de sentir-se culpado, opte pelas melhores alternativas a fim de unir o útil ao agradável. A nutricionista da Victory Consulting, Natália Contente, conta os benefícios das comidas típicas deste mês.

Milho

O milho é um alimento muito rico, além de ser fonte de fibras e energia para o organismo. Ele nos fornece nutrientes como: folato (fundamental para produção dos glóbulos vermelhos), vitaminas A e C, potássio, ferro e tiamina (auxilia no metabolismo).

Prefira esse alimento nas seguintes preparações: espiga de milho (100Kcal por unidade e 180kcal por unidade com manteiga). Pipoca salgada também é uma boa pedida (89Kcal por saquinho).

Consuma com moderação as preparações que levam açúcar como: bolo de milho (170kcal por fatia média) e pamonha (258Kcal por porção).

Pinhão

O Pinhão é um alimento rico proteínas e fonte de cálcio, magnésio e fibras. Sua ingestão auxilia a saciar a fome.

Em média 10 unidades cozidas têm 150 calorias.

Sem contar as receitas para todos os gostos envolvendo pinhão. Pode ser consumido como salada, molho para carne, como torta e até creme para os dias frios.

Amendoim

O amendoim é um alimento rico em vitamina C, potássio, magnésio, ferro, cálcio, zinco e fibras. Auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares e sua gordura auxilia na absorção das vitaminas A, D, E e K. Vale lembrar que ele é rico em calorias devendo ser consumido com moderação.

Prefira esse alimento nas seguintes preparações: amendoim torrado (120Kcal em uma colher de sopa).

Consuma com moderação as preparações que levam açúcar, como: paçoca (115kcal por unidade pequena) e pé de moleque (60Kcal por unidade pequena).

Vinho Tinto

O vinho tinto é um poderoso antioxidante que auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares. O recomendado é o consumo de um cálice por dia.

O vinho também é usado para tratamentos estéticos, sabia? Com origem quase que exclusivamente – cerca de 95% – nas cascas e sementes das uvas, os polifenóis atuam na proteção do colágeno e elastina, além da  prevenção da destruição dos ácidos hialurônicos.

Vale ressaltar que a preparação do vinho quente oferecida nas Festas Juninas leva açúcar em sua composição, o que o deixa muito mais calórico, então consuma com moderação. Uma taça pequena (100ml) tem em média 145Kcal.

Abóbora

Alimento fonte de vitaminas A, do complexo B, C e E, cálcio, licopeno e fósforo. O consumo auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares e alguns tipos de cânceres.

A preparação junina mais conhecida com este alimento é o doce de abóbora, porém a porção de 100 gramas deste doce contém 200Kcal.

Agora se você quiser queimar os excessos sem precisar ir até a academia, as atividades corriqueiras são excelentes aliadas com a vantagem de que, muitas delas, a gente faz com o maior prazer.

Aproveite para assistir o seu time de coração ao vivo. Ao torcer no estádio você consome cerca de 235 kcal. Viajar em pé no ônibus, cerca de 80 kcal. Pedir a amada em casamento são 180 kcal que vão embora. Tricotar, 50 kcal.

Claro que tudo depende do esforço e intensidade de cada um e que não conta-se o grau de nervosismo, caso o pedido do casamento seja ao pai da amada. Nossa intenção é lembrar que a vida pode ser ativa com menos do que se imagina.

COMENTÁRIOS:

Comentários

Uma Resposta para “O que os alimentos de festa junina têm de bom”

Comente

Deixe aqui sua opinião...