A pele intacta e saudável é a principal defesa do organismo contra infecções. Se deixá-la ficar ressecada e rachada, você pode dar a oportunidade para as bactérias se manisfestarem.

Para muitos, a pele seca não é um sinal de uma condição ou doença, e sim uma reação a sabonetes, roupas, uso equivocado de hidratante e banhos quentes. Mas alguns medicamentos – e até mesmo condições médicas, como diabetes, psoríase, hipotireoidismo, desnutrição – também podem deixá-la ressecada.

A pele normal e saudável é revestida com uma fina camada de proteção que mantém a umidade, deixando-a macia e suave. A pele fica seca, geralmente, por algo no ambiente que tira sua proteção natural. Menos frequentemente, a causa é interna, uma condição de saúde ou predisposição genética.

Se não for tratada, pode levar a algumas dermatites. A boa notícia é que, assim como a maioria das causas da pele seca é externa, a maioria das curas é também externa. Você geralmente pode resolver o problema.

Mau uso do hidratante

O maior erro que podemos fazer é aplicar o hidratante sobre a pele seca. “Você tem que colocar creme hidratante quando a pele ainda está úmida”, diz Barney Kenet, dermatologista e autor de “Como lavar o rosto”.

“Dessa forma, o hidratante prende a umidade em sua pele”. Deixe penetrar na pele por alguns minutos e depois passe a toalha para tirar o excesso, recomenda.

Os especialistas recomendam que pessoas com pele seca optem por hidratantes suaves que não têm perfume ou álcool. O hidratante deve ser espesso, a fim de selar a umidade necessária para cuidados com a pele bem seca.

Um teste simples é colocar um pouco da loção na palma da mão e se quando virá-la pingar, não é suficientemente espessa para a pele seca.

Ar seco

O ar seco é provavelmente a causa mais comum do ressecamento, especialmente durante o inverno. Depois da temperatura do ambiente , outro problema é dentro de casa, com o aquecedor.

Outras dicas de cuidados com a pele seca incluem o uso de um umidificador em seu quarto, e chapéus, cachecóis e luvas, quando for sair. Recomenda-se que as pessoas usem meias até as canelas durante o inverno.

Banhos longos e quentes

Os dermatologistas aconselham: reduza o tempo para alguns minutos e opte pela água morna.

A esteticista Regina Ferraz, da clínica Dr José Bento de Souza afirma que banhos quentes e ensaboados desidratam a pele, pois favorecem a remoção excessiva da camada protetora (manto hidrolipídico) que reveste a pele, deixando-a ainda mais seca e maltrada.

Sabonete

A pessoa que vai à escola ou ao trabalho não fica muito suja durante o dia, mas muitas pessoas esfregam a pele. A menos que você seja uma criança, as únicas partes do corpo que precisam de sabão são face, mãos, pés, partes íntimas e axilas. O resto do corpo geralmente pode ser apenas lavado com água.

Muitos escolhem imprudentemente o sabonete. Vamos para os desodorizantes ou antibacterianos, que geram muita espuma e nos fazem sentir completamente limpos, mas estes são os que ressecam mais a pele.

Para o cuidado da pele seca, procure sabonetes mais suaves e sem perfume. Não use nada áspero para incrementar o banho, como esponjas.

Medicamentos

Alguns medicamentos têm o efeito colateral de secar a pele, como remédios para controle de pressão arterial; acne e outras doenças da pele, como os retinóides.
Se você notar o aparecimento de um problema de pele seca após tomar um medicamento, fale com seu médico. Ele pode ser capaz de mudar a dose ou o próprio remédio.

Condições de saúde

Geralmente, a pele seca é causada por fatores externos. Mas, às vezes, pode ser um sinal de algo acontecendo internamente, quer se trate de uma alteração fisiológica natural ou de uma doença.

A pele seca frequentemente se desenvolve quando as pessoas ficam mais velhas, especialmente mulheres. As mudanças nos níveis hormonais podem causar o ressecamentoda pele. Por volta de 75% das pessoas acima de 64 anos têm a pele seca.

Uma série de condições médicas podem resultar no problema:

• Condições da pele, como eczema e psoríase
. Enquanto eles geralmente precisam de tratamento direto, o uso de hidratantes ajuda frequentemente.

• Diabetes. Alterações nos níveis de glicose podem levar à desidratação que deixa a pele seca. Dado que o diabetes também pode retardar a cicatrização e aumentar o risco de infecções, é especialmente importante para as pessoas com esta condição manter a pele saudável.

• Hipotireoidismo. Os baixos níveis de hormônio da tireóide pode reduzir a quantidade de óleo produzido pela pele. Como resultado, a pele fica seca e áspera e hidratante é improvável que ajude. O hipotireoidismo é acompanhado de outros sintomas, como cansaço e ganho de peso.

• Desnutrição. Não consumir todos os nutrientes que precisa pode deixar sua pele seca.

Portanto, se seu problema de pele tem trazido incômodos, é hora de falar com um médico. Ele pode ajudar você a identificar as causas para o tratamento necessário.

COMENTÁRIOS:

Comentários

Uma Resposta para “Descamação da pele no inverno”
  1. Manuella disse:

    Nossa, eu que tenho psoríase estou sofrendo duplamente neste inverno!

    Pra quem quiser mais dicas sobre essa doença, eu achei um link bem interessante que gostaria de compartilhar:

Comente

Deixe aqui sua opinião...