Imagem Reuters - Aprecie com moderação

Chega de frescura e esqueça o churrasco. Não é de hoje que existe a pretensão de cientistas em incorporar insetos no cardápio ocidental.

E eles têm seus motivos para isso: querem diminuir o consumo de carne no mundo que atribui à indústria 20% das emissões globais de gases do efeito estufa, além da pecuária ocupar dois terços dos pastos mundiais.

Foi por isso que o cientista holandês Arnold van Huis, autor dessa política, pensou em tudo: os insetos têm mais proteínas do que a carne, custam e poluem menos.

Por fim, ele alega que a sua feição de rejeição aos bichinhos é psicológica e adquirida ao longo do tempo, já que as crianças não veem problemas em comer insetos.

O cientista organiza aulas com um chef que mostra como preparar as receitas e pretende, em breve, lançar um livro para tornar os bichos palatáveis.

Quiche de larva de besouro (veja na imagem) e rolinho primavera de grilo são algumas das propostas.

O chef Henk van Gurp, que criou algumas delas, revela os ingredientes: ele polvilha larvas em quiches e doces. Ele acredita que uma vez que chefs estrelados comecem a preparar esse tipo de receita, outros vão segui-los.

Entenda essa história toda aqui: Coma insetos e ajude o planeta

COMENTÁRIOS:

Comente

Deixe aqui sua opinião...