Pesquisadores americanos desenvolveram um exame de sangue capaz de prever o risco cardíaco em adultos que parecem ter de boa saúde.

Trata-se de uma versão avançada do teste que já realizado em salas de emergência para determinar se um paciente com dor no peito está sofrendo um ataque do coração ou algum outro problema.

Avanço

Com o novo teste, será possível avaliar o risco de morte entre pessoas com mais de 65 anos que não apresentam sintomas de problemas cardíacos.

O exame mede o nível de troponina T, um marcador do processo biológico de morte celular ligado ao ataque cardíaco. “Acreditamos que quanto maior o nível de troponina, maior é o risco do indivíduo sofrer problema cardíaco ou óbito por motivo cardiovascular nos próximos 10 a 15 anos”, explica Christopher de Filippi, da Escola de Medicina da Universidade de Maryland e principal autor do estudo.

Para a criação do exame, os pesquisadores realizaram um longo estudo, com amostras de sangue de pacientes analisadas por mais de 18 anos. O marcador apareceu em dois terços das pessoas avaliadas. Detalhe: elas não apresentavam nenhum sintoma e tinham 65 anos ou mais.

O estudo foi publicado no JAMA – Journal of the American Medical Association.

*Com informações FSP/France Press.

COMENTÁRIOS:

Comente

Deixe aqui sua opinião...