Certos tipos de fertilização parecem resultar no nascimento de mais bebês do sexo masculino do que feminino, é o que indica um estudo realizado na Austrália e Nova Zelândia.

Liderados pela pesquisadora Jishan Dean, da Faculdade da Saúde da Mulher e da Criança, da Universidade de New South Wales, os cientistas estudaram os registros de 13.165 amostras de fertilização in vitro.

Todas as clínicas de fertilização que participaram do estudo seguem as normas em vigor na Austrália, que proíbem a seleção do sexo do bebê.

Resultados - Entre as mulheres que se submeteram à fertilização in vitro (FIV), 53% tiveram meninos, enquanto as que receberam injeção de esperma intracitoplasmática de espermatozoides (IICE), o percentual ficou em 50% para cada sexo.

Além disso, o estudo indica que nascem mais meninos de embriões transferidos para o útero quatro dias depois da fertilização (54,1%) em comparação àqueles transferidos depois de dois ou três dias da fertilização (49,9%).

Entenda

Fertilização In Vitro - Os óvulos são captados dos ovários, minutos antes da ovulação, levados ao laboratório, onde são fertilizados pelos espermatozóides do companheiro. Na fertilização in vitro padrão o esperma e o óvulo são incubados juntos em uma cultura por cerca de 18 horas e normalmente o óvulo é fertilizado nesse período.

IICE - Nessa técnica, um espermatozóide é injetado diretamente em cada óvulo no laboratório, com o auxílio de um microscópio especial e um aparelho chamado micromanipulador. Esse procedimento permite o tratamento de casais nos quais o homem apresenta um número muito baixo de espermatozóides. A IICE é aplicada quando o espermatozoide não é móvel.

Menino ou Menina: é possível escolher o sexo do bebê?

Os pesquisadores ainda não têm uma explicação concreta para o fato, mas alertam que suas descobertas não devem ser usadas para seleção proposital do sexo da criança.

Philip Steer, editor-chefe do BJOG – An International Journal of Obstetrics and Gynaecology, jornal onde o estudo foi publicado, informou em um comunicado que a seleção deliberada do sexo da criança, em países como Índia e China, que tem tradicionalmente a preferência por filhos de sexo masculino, já conduziu a problemas sociais significativos.

Segundo ele, estudos como este podem influenciar a crescente proporção da população que recorre à reprodução assistida. No entanto, é importante não permitir que tais desequilíbrios ocorram intencionalmente.

Como funciona um laboratório de reprodução humana assistida?

De 1978 para cá – ano de nascimento de Louise Brown, primeiro bebê de proveta do mundo – as técnicas de reprodução humana assistida evoluíram, assim como as pesquisas científicas em torno de células-tronco embrionárias.

Hoje, os laboratórios de reprodução humana assistida contam com equipamentos de última geração e fazem uma rigorosa aplicação de protocolos de controle de qualidade e biossegurança.

No Brasil, precisam observar a normatização ética do Conselho Federal de Medicina e todas as decisões legais da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“O rigor na observação destas normas garante o mais alto padrão de segurança biológica possível para a manipulação de gametas e embriões humanos. Por isto, os resultados obtidos no campo da reprodução humana, no Brasil, alcançam expressivos níveis de sucesso, como os obtidos em laboratórios europeus e americanos”, afirma o Prof° Dr. Joji Ueno, diretor do Instituto de Ensino e Pesquisa em Medicina Reprodutiva de São Paulo.

* Com informações da Reuters.

- Infertilidade Masculina – Como tratar?

COMENTÁRIOS:

Comentários

2 Respostas para “Tratamentos de fertilidade: As chances de ser menino são maiores?”
  1. Silvia Maria disse:

    Meu esposo tem 2 filhos homem do 1° casamento e teve outro comigo também homem sendo que sempre sonhou com uma filha menina. ele tem 55 anos eu tenho 34 anos e tive problemas no parto por quer sou hipertença , tive um parto prematuro com bolça rota. Gostaria muito de ter o 2° bebê porém quero ter acerteza que sera menina. Pois não poderei ter mais filhos por causa de compricações no parto. Como faço para realizar o sonho meu e do meu marido?

Comente

Deixe aqui sua opinião...