Casos graves de aterosclerose na perna – quando as artérias ficam obstruídas por acúmulo de gordura e colesterol – podem ser resolvidos com uma nova técnica.

A angioplastia é o nome dado ao método minimamente invasivo usado para solucionar este problema, mas em muitos casos, as artérias das pernas voltavam a fechar depois de um ano e o paciente repetia o procedimento.

O novo balão, revestido com remédios que dificultam o fechamento dos vasos, deve estar disponível em agosto, e será usado nas angioplastias a fim de reabrir a passagem do sangue.

Como é feito

O balão é inserido por meio de um cateter e, quando infla, quebra as placas que estão obstruindo o vaso. Entra em ação o remédio que reveste o balão, paclitaxel, para dificultar a cicatrização que poderia levar a um novo fechamento da artéria.

Especialistas acreditam que a técnica vai ser uma boa opção para pacientes com risco de complicações como diabéticos ou fumantes. Mas deve custar mais do que o procedimento padrão.

Testes deram resultado favorável

Os dados de um estudo publicado no periódico Circulation mostra que dos 34 que fizeram angioplastia com balão comum, 16 sofreram novo fechamento da artéria em 6 meses. Nos 31 tratados com o novo balão, só seis tiveram o problema de novo.

Controle sempre o nível de colesterol!

COMENTÁRIOS:

Comentários

2 Respostas para “Técnica aprimorada para angioplastia na perna”
  1. José Ribeiro disse:

    tenho que colocar as pernas para cima e uso meias elasticas e tenho manchas escuras na perna esquerda e já esta também indo para a direita.

    Será que esse procedimento é aconselhável?

  2. Ueder disse:

    Quanto custa este exame?

Comente

Deixe aqui sua opinião...