Atualmente a obesidade infantil faz parte da realidade de 15% das crianças brasileiras. O número é da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Diante desse cenário, alguns colégios na capital paulista tomam frente nessa luta e adotam algumas medidas para a mudança do cenário atual.

As iniciativas vão desde a educação alimentar até a “fiscalização” das lancheiras. Um dos colégios, o Carlitos, localizado na zona oeste da capital, refrigerantes e guloseimas são proibidos na hora do lanche, e se estão na lancheira voltam intactos para casa.

Segundo Laura Piteri, coordenadora pedagógica da escola “ é como se o aluno tivesse esquecido a lancheira. Os colegas dividem seus lanches”. Nesse caso, a criança volta com a lancheira intacta para casa e um bilhetinho para os pais com o lembrete da importância de uma alimentação saudável.

Se é certo ou errado não importa. O que fica em casos como esse é a iniciativa de promover saúde e hábitos saudáveis às crianças desde cedo. Doces e besteiras são deliciosos e todos nós gostamos. Porém, se aprendemos qual é a dose certa desde sempre fica mais fácil de resistirmos às tentações.

Você concorda com a decisão do colégio? O que faria se o seu filho voltasse para casa com a lancheira intacta? Comente.

*Com informações do jornal O Estado de São Paulo.

COMENTÁRIOS:

Comentários

2 Respostas para “Obesidade Infantil – Se o lanche não é saudável a lancheira volta intacta”

Comente

Deixe aqui sua opinião...