A tecnologia vem proporcionando facilidades para o ser humano. O que seria do Homem sem o controle remoto da TV, para mudar os canais sem precisar levantar? Sem o microondas, para esquentar a comida congelada rapidinho? E do carro, para chegar ao seu destino sem se cansar e rapidamente?

Se criassem uma poltrona que se movimentasse através de botões acionados pelo Homem, e ainda tivesse TV acoplada, e serviço de Fast Food, essa seria considerada melhor invenção de todos os tempos. Tudo poderia ser feito com um “click” e sem precisar gastar as energias.

O filme Wall-e antecipa essa ideia. A animação da Pixar faz uma crítica social quanto a destruição do planeta Terra, causada pelo lixo que as pessoas produziram durante os anos, o que torna a Terra inabitável, por conta do ar totalmente poluído. Além disso, com a criação de um planeta artificial, as pessoas começam a viver em função da tecnologia que é responsável pela criação desta poltrona “multiuso”, tornando as pessoas obesas por conta da falta de atividade motora.

Já se sabe que a falta da prática de exercícios físicos podem encurtar a vida das pessoas. Agora o que está sendo provado, é que mesmo uma pessoa faz exercícios físicos regularmente, se ficar muito tempo ocioso, também pode ter uma diminuição do tempo de vida, por conta das complicações na sua saúde.

Não fique muito tempo sentado e desligue a TV!
Segundo artigo assinado por médicos do Instituto Karolinska, Suécia, ficar sentado por muito tempo é um fator prejudicial ao nosso organismo, mesmo para aqueles que fazem academia, por exemplo.

Uma pesquisa australiana avaliou 8.800 pessoas com mais de 25 anos por seis anos, e relacionaram o comportamento ocioso com os riscos de desenvolver doenças. Eles conseguiram descobrir que a cada hora que as pessoas ficavam em frente à televisão, o risco de morte por qualquer causa aumentava em 11%, e o risco de morrer por conta de problemas cardiovasculares aumentava em 18%.

Segundo pesquisadores e médicos, ainda é preciso realizar mais estudos para saber a relação entre ociosidade e o aumento dos riscos de problemas cardíacos, e morte prematura.

Você sabe o que aconteceu com a população mundial no filme Wall-e? Todos ficaram obesos.
Você quer ficar assim, correndo o risco de morrer cedo? Comente.

COMENTÁRIOS:

Comentários

Uma Resposta para “Ociosidade causa problemas à saúde até na ficção”

Comente

Deixe aqui sua opinião...