“A sustentabilidade entrou definitivamente na agenda das empresas que atuam no país e já é percebida como fator essencial na relação delas com os diversos públicos de interesse.”

O trecho acima destacado faz parte de uma pesquisa feita pela consultoria Deloitte Touche Thomatsu e demonstra que 78% das empresas pesquisadas adotam praticas de sustentabilidade, como a reciclagem de resíduos, por exemplo.

Agora, você já parou para pensar que muito mais interessante do que apenas adotar as praticas sustentáveis é produzir ou introduzir nas praticas de seu negócio ações que insiram seu produto ou serviço no hall dos ecologicamente corretos?

Um microempresário de São Paulo enxergou essa “brecha” e começou a projetar no final de 2008 uma alternativa ecologicamente correta para a fabricação de pranchas de surf.

As chamadas e-board se diferem das pranchas convencionais por conterem em sua “fórmula” elementos sustentáveis. O trabalho foi árduo e cerca de 50 protótipos foram descartados até que se chegasse à receita correta. A nova prancha além de sustentável apresenta-se resistente a impactos e ao amarelamento.

A perspectiva empresarial “escondida depois da arrebentação” mostra uma visão atual e assertiva do consumidor: A de que até mesmo em tempos difíceis, onde “a maré nem sempre reserva boas ondas”, a população se dispõe a pagar mais por um produto que ande de mãos dadas com a preservação da natureza.

Entenda na imagem abaixo o “giro de 360º” da empresa para a produção da e-board.

Ilustração Revista Época - Clique para Ampliar

“E sua empresa, adota praticas sustentáveis além da reciclagem do lixo? Reme ao encontro dessa onda e drope essa ideia!
Do contrário, o caldo pode ser grande.”

 

 

 

*Com informações da Revista Época e da Revista Carreira & Negócios.

COMENTÁRIOS:

Comentários

2 Respostas para “E-Board: Drope essa onda!”
  1. Surf mega disse:

    Uhuuulll da hr!!!!

Comente

Deixe aqui sua opinião...