A pesquisa que revelou esses dados foi feita pelo Datafolha no período de 18 a 22 de agosto. Doenças crônicas, como diabetes e hipertensão são caracterizadas como aquelas que interferem no estado físico do paciente por tempo prolongado.

Um dos fatores chave para o desencadeamento das doenças crônicas é o aumento da idade. Pesquisas feitas pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo – USP mostram cerca de 82% dos moradores da capital paulista com mais de 66 anos é portador de doença crônica.

Controlar a doença e incentivar práticas saudáveis é a melhor receita para diminuir esse número e melhorar a qualidade de vida da população. O intuito da pesquisa é quantificar o problema para então elaborar estratégias de prevenção e controle mais eficazes para os pacientes e para o sistema de saúde.

*Com informações da FSP.

COMENTÁRIOS:

Comentários

2 Respostas para “Pacientes Crônicos preenchem 31% dos lares”

Comente

Deixe aqui sua opinião...